Um típico voto de casamento

Escrito por emily jarvis | Traduzido por kauan benthien pereira macedo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Um típico voto de casamento
Os votos tradicionais são baseados nos livros de oração de cada religião ou denominação (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Votos de casamento variam entre religiões e denominações. Igrejas ortodoxas e conservadoras podem insistir que a noiva e o noivo tenham votos tradicionais, mas outros clérigos podem permitir a modificação dos votos ou de uma revisão completa a favor de votos personalizados. Se você optar por usar votos tradicionais, religiosos ou seculares, existem diversas variações.

Outras pessoas estão lendo

Votos católicos

A Igreja Católica Romana usa o missal para a celebração da missa, um livro que contém as orações para a liturgia ou culto, incluindo os ritos matrimoniais. Os votos de casamentos católicos romanos são recitados pela noiva e pelo noivo: "Eu, 'nome', aceito você, 'nome', como meu legítimo esposo/esposa e prometo amar-te e respeitar-te na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, por todos os dias da minha vida, até que a morte nos separe".

Votos episcopais

A cerimônia de casamento episcopal vem do "Livro de Oração Comum", que contém os ritos e orações para a liturgia. Os votos episcopais são recitados pela noiva e pelo noivo: "Em nome de Deus, eu, 'nome', aceito você, 'nome', para ser meu marido/esposa, para ter e manter deste dia em diante, para melhor, para pior, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, para amar e respeitar, até que a morte nos separe. Este é o meu voto solene".

Votos protestantes

Todas as denominações protestantes usam uma forma similar de votos de casamento. Batista, Metodista, Luterana e o clero Presbiteriano utilizam essa forma recitada pela noiva e noivo: "Eu, 'nome', tomo você, 'nome', para ser o meu marido/esposa fiel, para ter e manter, deste dia em diante, para melhor, para pior, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, para amar e respeitar, até que a morte nos separe; de acordo com a santa vontade de Deus e do presente regulamento, me comprometo a você".

Votos judaicos

Em casamentos judaicos ortodoxos e conservadores, somente o noivo recita seus votos e, muitas vezes, em hebraico. A tradução em português dos votos é: "Contemple, você está consagrada a mim com este anel de acordo com as leis de Moisés e Israel". Na reforma judaica, em algumas cerimônias conservadoras e contemporâneas, a noiva e o noivo recitam os versos ortodoxos. O rabino pode optar por usar uma frase do Cântico de Salomão no lugar dos votos ortodoxos, que traduzido do hebraico fica: "Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu".

Votos muçulmanos

A cerimônia de casamento muçulmana tradicional não inclui a recitação de votos. O chefe da mesquita fala das responsabilidades da noiva e do noivo entre si, e os consentimento dos dois para casarem. Casais modernos de tradições menos ortodoxas podem recitar uma versão destes votos. A noiva começa: "Eu, 'nome', me ofereço a você em casamento, de acordo com as instruções do Alcorão Sagrado e do Santo Profeta, que a paz e as bênçãos estejam sobre ele. Eu prometo, na honestidade e com sinceridade, ser para você uma esposa obediente e fiel". O noivo responde: "Eu prometo, na honestidade e na sinceridade, ser para você um marido fiel e atencioso".

Votos seculares

Casais não religiosos podem querer incluir votos tradicionais em suas cerimônias, mas sem linguagem religiosa. Eles podem personalizar seus votos, recitar passagens de um poema ou usar algo da internet. Uma recitação bonita é "Eu, 'nome', aceito você, 'nome', para ser não mais que você mesmo, de todas as maneiras que a vida nos encontre, cuidando de você na doença, e alegrando você na saúde, enquanto nós dois vivamos para amar".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível