Mais
×

Tipos de antílopes africanos e ocapi

Atualizado em 21 novembro, 2016

Há cerca de 90 espécies de antílopes africanos por todo o continente, mas eles são acompanhados por apenas uma espécie de ocapi. O ocapi não está relacionado com o antílope, na verdade o seu parente mais próximo é a girafa. Um antílope é um artiodátilos ungulado mais próximo dos bovinos, caprinos e ovinos. O ocapi e os antílopes são herbívoros e comem galhos, brotos e folhas de árvores e arbustos. Os antílopes também pastam, o que significa que eles comem plantas ao nível do solo.

Há apenas um tipo de ocapi (Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images)

O ocapi

O ocapi é um ruminante encontrado apenas na floresta tropical do Zaire, em altitudes entre 500 e 1000 metros. Seu comprimento médio é de 2,5 m e ele chega a cerca de 1,5 metros na altura do ombro. Ele tem um longo pescoço, orelhas grandes flexíveis e um corpo marrom. O ocapi tem listras de zebra em suas pernas e coxas traseiras, além de meias brancas nos tornozelos. A coloração é utilizada para que ele possa se camuflar na floresta onde ele vive. Tal como a girafa, seu parente próximo, o ocapi tem uma língua preta comprida usada para ajudar na alimentação e para higiene da sua pelagem. Sua dieta é variada, e eles são inclusive conhecidos por comer carvão vegetal de árvores queimadas.

Antilopinae

A Antilopinae é uma subfamília da família Bovidae. Geralmente eles têm um tamanho pequeno ou médio, e evoluíram para correr por território aberto. A gazela vive na África austral, medindo de 1,20 a 1,40 metros de comprimento e com 74 a 90 centímetros de altura no ombro, pesando entre 30 e 48 quilos. A gazela de Thomson vive no Quênia, na Tanzânia e no sul do Sudão. Ela mede de 80 cm a 1,20 metros de comprimento, com 50 a 80 cm de altura no ombro e pesando entre 15 e 35 quilos. A gazela-girafa é um pouco maior, pesando cerca de 43 kg com tamanho entre 1,40 e 1,60 metros, habitando uma região próxima à que a gazela de Thomson vive. Ambos são herbívoros que se alimentam tanto de folhagens quanto de pastos, e a gazela-girafa é conhecida por ficar de pé sobre as patas traseiras para alcançar as folhas das árvores inacessíveis. Todos eles vivem em rebanhos cujas composições variam de rebanhos com vários machos e grupos maternais, para grupos de machos com haréns de diversas fêmeas.

Madoqua

O dik-dik, chamado assim por causa do seu canto de alarme, são os menores antílopes. Eles são do gênero Madoqua. Pelo menos três espécies de dik-diks são encontradas na Somália, Etiópia, Quénia, Uganda, Sudão, Namíbia, Tanzânia e Angola. Eles têm cerca de 30 cm na altura do ombro e pesam entre 3 e 5 quilos. Os dik-diks são tão pequenos que precisam comer muito, principalmente folhas de árvores e arbustos, gramíneas, ervas e ciperáceas. Eles retiram a maior parte da sua água da vegetação que eles comem e vivem em grupos familiares de pais e seus descendentes.

Taurotragus

O gênero Taurotragus tem duas espécies de antílopes, o elã comum e gigante. Os elãs são os maiores antílopes. O elã gigante vive desde o Senegal até o sul do Sudão. Os machos são maiores do que as fêmeas e pesam entre 400 e 1000 quilos. As fêmeas pesam entre 300 e 600 quilos. O macho fica de 1,20 a 1,80 metro de altura no ombro e tem de 2,15 a 3,35 metros de comprimento. O elã gigante tem enormes chifres em espiral, os quais chegam a até 1,20 metro de comprimento nos machos. O elã comum é encontrado na Etiópia até a África do Sul e é apenas um pouco menor do que o elã gigante. Ambos vivem em manadas de cerca de 25 membros e se alimentam de folhas e frutos das árvores, gramíneas e ervas. Os elãs são usados ​​pela sua carne, couros e leite, apesar de seu tamanho, eles são animais dóceis e fáceis de domesticar.

Os elãs gigantes comem nas pastagens durante a manhã e a noite (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article