Tipos de bactérias estomacais

Escrito por jacquelyn jeanty | Traduzido por ikaro mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de bactérias estomacais
Mulher segurando a barriga (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

Ao contrário da crença popular, organismos bacterianos são nossos amigos — na maior parte do tempo. O corpo humano é preenchido com agentes bacterianos e depende deles para a sobrevivência. Muitos problemas digestivos podem realmente ser causados por uma falta desses organismos no sistema. Porém alguns, menos amigáveis, podem causar um desconforto considerável. Esses agentes são poucos e distantes.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Os cientistas estimam que cerca de 500 a 1.000 espécies de bactérias vivem no corpo humano. Estas são corpos unicelulares, que são de dimensões microscópicas. Organismos bacterianos são parte do que é chamado de flora humana. A maioria delas é necessária para que o corpo funcione corretamente. Elas não necessitam de oxigênio para sobreviver, mas prosperam em ambientes quentes e úmidos. Aquelas que resultam em doenças e enfermidades são consideradas patogênicas e representam uma pequena percentagem do número total. As áreas do corpo onde a flora bacteriana reside são a pele, a boca, o intestino e o estômago.

Tipos de bactérias estomacais
Mulher doente segurando a barriga (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Características

O papel do estômago na digestão é bastante ativo. A fim de quebrar todos os alimentos que comemos, uma alta concentração de ácido é necessária. O ácido clorídrico e as enzimas digestivas, chamadas peptidases, fazem a maior parte do trabalho quando o alimento passa. Para se proteger do alto teor de ácido, o revestimento do estômago segrega uma substância mucosa espessa regularmente. Esses processos químicos no estômago o tornam um ambiente bastante inóspito para a maioria dos organismos. Qualquer bactéria que é capaz de sobreviver no estômago deve estar lá ou desenvolveu uma maneira de se proteger. As bactérias entram no estômago através da comida que ingerimos, da água, da nossa pele, do ar ou sobem do aparelho digestivo.

Tipos de bactérias estomacais
Mulher comendo (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Aviso

Existem algumas bactérias no estômago que são prejudiciais e podem causar doenças mais avançadas. Uma das mais comuns é a bactéria Helicobacter pylori (H. pylori). Estas são em forma de espiral e aparecem em 20% das pessoas com menos de 40 anos de idade. Esse número aumenta para 50% para as pessoas com idade superior a 60 anos. Esses organismos fazem o seu caminho dentro da camada de muco protetor que reveste as paredes do estômago, que é como eles permanecem protegidos de ácidos estomacais. As bactérias são então capazes de produzir enzimas urease, que reduzem ainda mais o nível de ácido no estômago. A H. pylori é conhecida por causar inflamação das paredes do estômago e, em alguns casos, a infecção. Se não tratada, dispepsia, úlceras e gastrite podem se desenvolver. Nem todo mundo que tem a H. pylori contrairá essas complicações. Em casos de pessoas saudáveis, o tipo de H. pylori e outros fatores determinam os efeitos no sistema do organismo. Outros tipos patogênicos incluem Salmonella enteritidis, Shigella enterite e E. coli enterite.

Tipos de bactérias estomacais
Homem com enfermeira no hospital (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Benefícios

As bactérias no estômago com função de promover uma digestão saudável e funcionando são chamadas de organismos benéficos. Elas ajudam sintetizando vitaminas e minerais que possam ser absorvidos pelo organismo. Através da fermentação, essas bactérias também ajudam com a quebra de carboidratos complexos. Elas existem em colônias e são capazes de impedir o crescimento da maioria dos organismos patogênicos que invadem o organismo. Suas interações químicas dentro do estômago ajudam a manter os níveis de pH necessários dentro desse ambiente. Os tipos de bactérias benéficas incluem os lactobacilos, Veillonella e bifidobactérias. Certos suplementos de saúde, chamados de probióticos, são realmente derivados de agentes bacterianos benéficos. Os probióticos são usados ​​para tratar a intolerância à lactose, crises de diarreia e infecções gastrointestinais.

Tipos de bactérias estomacais
Mulher comendo iogurte (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

Prevenção/Solução

Os problemas de estômago como azia, indigestão, náuseas, vômitos, inchaço abdominal e diarreia são geralmente causadas pela presença de bactérias estomacais hostis ou a ausência de flora benéfica no trato digestivo. No caso da azia e indigestão, suplementos probióticos ou alimentos contendo culturas de iogurte podem ajudar a aliviar os sintomas. Náuseas, vômitos, inchaço abdominal e diarreia são geralmente sinais de que um organismo invasor entrou no organismo. Isso pode ser devido à resistência da bactéria ou a uma ausência de flora benéfica. Os antibióticos são usados ​​para o tratamento de bactérias patogênicas, dependendo da gravidade dos sintomas. Nos casos em que os sintomas persistem, é sempre melhor procurar um médico.

Tipos de bactérias estomacais
Mulher pressionando a barriga (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível