Tipos de cirurgia de próstata

Escrito por meko kapchinsky | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Dependendo do seu diagnóstico e da gravidade de seu problema de próstata, seu médico irá selecionar a opção de tratamento mais adequada. Os tratamentos variam de procedimentos não invasivos realizados em ambulatório, sem internação, a cirurgias padrão que necessitam de uma internação. Médicos recomendam a cirurgia principalmente para tratar de HBP (hiperplasia benigna de próstata) e câncer de próstata. Os procedimentos HBP classificam-se entre os procedimentos médicos mais comuns para homens nos EUA. Os médicos normalmente empregam procedimentos médicos ou cirurgia quando os sintomas são agudos ou o paciente não respondeu favoravelmente à terapia de medicamentos.

Outras pessoas estão lendo

Procedimentos não-invasivos

Os procedimentos a seguir podem ser realizados em ambulatório e não necessitam de anestesia geral: VFP (vaporização fotoseletiva da próstata) usa um feixe de laser controlado para se livrar do excesso de tecido dentro da próstata. ITP (incisão transuretral da próstata) alarga a uretra através de algumas incisões pequenas, colocadas estrategicamente na próstata. AAT (ablação de agulha transuretral) incinera o excesso de tecido da próstata através de ondas de rádio. TTM (termoterapia transuretral de microondas) conduz microondas através de um cateter para destruir o excesso de tecido da próstata. ETP (eletrovaporização transuretral da próstata) usa corrente elétrica para vaporizar o tecido prostático.

Cirurgias invasivas

As seguintes cirurgias geralmente exigem anestesia geral e um estadia em hospital: RTU (ressecção transuretral da próstata) é responsável por 90% de todas as cirurgias HBP. O cirurgião insere um instrumento fino, equipado com um laço de fio no final e usa esse laço para cortar fora o excesso de tecido da próstata. A prostatectomia aberta é normalmente empregada em casos extremos, quando a próstata amplia-se grosseiramente, prejudicou a bexiga, ou quando o paciente não respondeu a outros procedimentos. Em uma prostatectomia aberta, o cirurgião remove a próstata através de uma pequena incisão feita no abdômen inferior.

Benefícios

Antes de sua cirurgia ou procedimento de próstata, você pode enfrentar dificuldade para urinar, ou uma sensação de bexiga cheia mesmo depois de urinar. Em casos extremos, você pode experimentar refluxo de urina, infecções renais e até mesmo insuficiência renal como resultado de sua próstata aumentada. Procedimentos não-invasivos e invasivos visam aliviar os problemas causados por um aumento da próstata, incluindo a obstrução uretral, eliminando o excesso de tecido ou removendo completamente a próstata.

Complicações

Algumas complicações podem seguir os procedimentos ou cirurgia da próstata. Após a cirurgia de RTU, pode ocorrer refluxo de sêmen; ou seja, durante a ejaculação, o sêmen flui de volta para a bexiga em vez de para fora através da uretra. Você também pode enfrentar problemas de controle da bexiga e ereção. Essas questões são geralmente temporárias. No entanto, se você estiver preocupado com a duração do tempo que leva para resolver essas questões, consulte o médico. Se sua próstata foi removida por causa de câncer de próstata ou por causa do tamanho, complicações, tais como o controle da bexiga e desempenho sexual provavelmente persistirão de uma maneira mais permanente.

Recuperação

Permitir que seu corpo se cure é crítico, tanto se você passar por um procedimento menos invasivo como a ablação de agulha transuretral quanto para uma prostatectomia aberta mais drástica. Beba oito copos de água por dia para ajudar a limpar a bexiga e tecido morto restante do procedimento, se for o caso. Evite o trabalho pesado, como movimentos súbitos e operar equipamentos pesados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível