Tipos de colunas usadas em arquitetura

Escrito por pamela gentry | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Frequentemente encontradas nas casas do estilo sul colonial, neoclássico e grego revival, as ordens gregas representam o início da utilização de colunas em arquitetura que conhecemos hoje. Todos os outros estilos de coluna foram desenvolvidos a partir de três ordens gregas.

Outras pessoas estão lendo

Ordens dóricas gregas e romanas

Sendo a coluna grega mais antiga e mais simples, as colunas dóricas são facilmente identificáveis pelo fato de que não têm nenhuma base. Elas têm pregas laterais e um capital arredondado em cima, afilando-se ligeiramente de baixo para cima. O exemplo mais famoso de colunas gregas dóricas encontra-se no Partenon em Atenas, Grécia.

As colunas dóricas romanas podem ter os eixos com pregas ou suavizados. O ábaco, que é a parte quadrada acima da capital, é mais fino que na ordem dórica grega.

Ordem Jônica

Caracterizadas por capitais grandes, espirais e enrolados, as colunas jônicas possuem pregas com topos planos. O entablamento é geralmente destacado com dentinas de um estilo oval ou com lanças. A base arredondada do estilo do sótão é muitas vezes encontrada em uma coluna jônica. Elas foram o segundo estilo de coluna a ser desenvolvido pelos gregos.

Ordem coríntia

Repousando sobre um pedestal quadrado, colunas coríntias são o mais recente dos três estilos gregos e seu design foi provavelmente influenciado pela arquitetura egípcia. Com eixos lisos ou canelados, elas são mais altas do que as das ordens dórica e jônica. A principal característica de identificação das colunas coríntias são seus capitais ricamente enfeitados, além de geralmente apresentarem uma flor de acanto centrada na parte superior e as capitais serem elaboradamente decoradas com folhas de oliveiras, louro ou de acanto.

Ordem compósita

Combine as ordens jônica e coríntia e você terá a ordem compósita. Essas colunas têm grandes volutas, como na ordem jônica, e apresentam formas de folha de acanto homogêneo, como encontrado na ordem coríntia. As coríntias são muito altas e possuem várias bases multi moldadas com vários adornos.

Ordem toscana

A mais simples de todas as ordens, as colunas toscanas não possuem pregas, mas sim entablamentos simples acima das colunas e capitais e bases sem adornos. Elas são curtas em proporção e situam-se sobre blocos de grandes dimensões.

Colunas egípcias

Aparecendo na arquitetura do revival egípcio, colunas egípcias são caracterizadas por possuírem pregas na parte superior e apresentarem folhas como as de palmeiras no capital. Acredita-se que foram inspiradas na forma da flor de lótus, que é nativa do Nilo. Além disso, também apresentam anéis horizontais do círculo do eixo das colunas, acima da base e abaixo do capital.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível