×
Loading ...

Tipos de escamas de peixes

As escamas constituem o revestimento externo de quase todas as espécies de peixes. Existem quatro tipos diferentes de escamas de peixe, cada uma com suas próprias características e variações. Sua estrutura e sua configuração podem ser usadas para determinar de qual espécie vieram. O tipo de escama afeta diretamente o comportamento de um peixe -- quanto maior e mais pesada for a escama, maior é a proteção oferecida por ela, no entanto elas restringem o movimento; já as escamas menores e mais leves oferecem mais liberdade de movimento, porém oferecem menos proteção.

O tipo de escama afeta o comportamento do peixe (fish head image by Undy from Fotolia.com)

Características comuns

Escamas dos peixes são produzidas na mesoderme da pele. Essa camada situa-se entre o exterior da pele (epiderme) e os tecidos subjacentes. Isso os distingue dos répteis, cujas escamas são formadas na epiderme. Os genes que são responsáveis ​​pelo desenvolvimento das escamas em peixes são os mesmos genes que resultam em cabelos e o desenvolvimento dos dentes nos mamíferos.

Loading...

Escamas placoides

As escamas placoides são formadas de uma chapa de base retangular, que é incorporada ao interior da pele do peixe, e algumas colunas externamente. O interior da escama é uma polpa que recebe o sangue do sistema vascular do peixe, enquanto que o exterior é feito de uma substância de esmalte chamado "dentina vítrea". A forma das escamas podem variar muito, dependendo das espécies. No entanto, quase todas dão ao peixe uma textura áspera. Tubarões e raias são exemplos de peixes com escamas placoides.

Escamas cosmoides

Normalmente, a ideia de que as escamas cosmoides são uma fusão evolutiva das escamas placoides é aceita. Isso ocorre porque as escamas cosmoides possuem duas placas de base e as espinhas externas semelhantes compostas de "dentina vítrea". As placas de base são feitas de material colossal, e um novo osso é adicionado a medida que o peixe cresce. Os peixes pulmonados e os celacantos possuem escamas cosmoides.

Escamas ganoides

As escamas ganoides possuem uma camada de base óssea semelhante à das escamas cosmoides. Consequentemente, elas são versões evoluídas das escamas cosmoides. No entanto, elas se diferem no que diz respeito à sua camada externa, que é feita de um sal inorgânico de osso chamado "ganoína" e que são interligados em forma de diamante. Entre as escamas ganoides existem articulações incisivas que as juntam. Elas são encontrados em peixes como os esturjões, os baiacus e os peixes-espátulas.

Escamas cicloides e estenoides

As escamas cicloides e as estenoides possuem formatos diferentes, no entanto dividem a mesma composição e o mesmo posicionamento. Ambas são compostas de colágeno e de carbonato de cálcio, ao invés de osso, e ambas se sobrepõem. Isso significa que elas são mais flexíveis do que os outros tipos de escamas. Enquanto as bordas das escamas cicloides são lisas, as escamas estenoides possuem pequenas saliências que se parecem com dentes, dando-lhes uma textura mais áspera. A maioria dos peixes ósseos possui escamas cicloides ou estenoides.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...