Mais
×

Tipos de escrita de cartas

Atualizado em 20 julho, 2017

Existem muitos tipos de cartas, mas a maior parte delas cai em uma das principais categorias: de negócios, pessoal, acadêmica e de referência. Dentro destas categorias, há diversas variações mas, se você souber estruturar uma carta dentro de cada gênero, escrever qualquer tipo delas deve ser relativamente fácil.

Escrever qualquer tipo de carta requer conhecimento do assunto (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Cartas de negócios

Uma carta de negócios inclui correspondências entre empresas, cartas de apresentação por aqueles que procuram emprego, cartas de demissão e de reclamação. A maior parte das cartas de negócios tem espaçamento simples entre linhas e duplo entre parágrafos. As margens são de 2,5 cm em todos os lados, e o papel deve ter gramatura média. Sempre enderece a carta a uma pessoa específica, se possível. Quando for apropriado, você deve adaptar a carta para realçar os seus pontos fortes acadêmicos.

Escrever uma carta de negócios requer um nível de formalidade (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Cartas pessoais

Cartas pessoais têm mais liberdade em relação ao formato porque são, em geral, casuais e amigáveis. Os cabeçalhos não são necessários em cartas entre amigos, mas, se você desejar, pode incluir o seu endereço no canto superior direito da carta para ajudar o destinatário a responder. Comece com um cumprimento (como "Querida Maria"), escreva o corpo da carta (o que você quer dizer) e inclua um fechamento (como "Sinceramente" ou "Com amor") com seu nome e assinatura embaixo.

Cartas entre amigos podem ter um tom mais casual (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Cartas acadêmicas

Cartas de aplicação para faculdades são similares a cartas de apresentação, mas podem ser mais longas do que uma carta de apresentação padrão. É permitido realçar conquistas mais pessoais e acadêmicas, e também não há problemas em ultrapassar o tamanho padrão de uma página. Em geral, a extensão da carta acadêmica fica entre cinco e oito parágrafos.

Cartas acadêmicas de aplicação devem ser formais, mas destacar suas realizações (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Cartas de referência

Em cartas de referência para trabalhos ou empreitadas acadêmicas, é essencial que a pessoa que escreve a carta identifique sua relação com a pessoa que a solicitou. Se apropriado, indique o histórico acadêmico e profissional da pessoa conforme você o conhece, e seja sincero. É útil usar alguns exemplos concretos das boas qualidades da pessoa. Se você não estiver familiar com as atividades dela, peça exemplos concretos que vão acentuar as habilidades ou talentos necessários para o trabalho ou posição acadêmica para o qual ela está se candidatando.

Ao escrever cartas de referência para estudantes ou empregados, peça detalhes antes de compor a carta (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article