Tipos de mercados na economia

Escrito por natasha gilani | Traduzido por aline abreu
Tipos de mercados na economia
Os mercados facilitam o comércio (The Fish Market in Le Touquet covered market. image by Cat Lover from Fotolia.com)

O mercado é uma relação, instituição ou infraestrutura social formal ou informal na qual ocorre a troca de serviços, mercadorias, informações e comércios. É um acordo organizado que une compradores e vendedores. Os mercados variam em localização, tipo, abrangência geográfica e tamanho. Seu principal propósito é o de facilitar o comércio e distribuir recursos para a economia.

Mercado competitivo

O mercado competitivo (também chamado de concorrência monopolista) é aquele que possui vários compradores e vendedores. No mercado perfeitamente competitivo, múltiplos fornecedores detêm cotas insignificantes; produtos padronizados ou homogêneos são entregues por cada um deles; clientes possuem todas as informações sobre preços e comércios; todos os participantes da indústria (vendedores novos e antigos) têm acesso igual à tecnologia e outros recursos; não existem barreiras para saídas e entradas; e o mercado é aberto à competição externa. Ele serve como referência para outros do mundo real.

Monopólio

O monopólio possui apenas uma empresa (ou vendedor) com autonomia de aumentar e baixar preços sem afetar a demanda por seus serviços e produtos. Os monopólios suprem as necessidades dos vendedores, mas são prejudiciais aos clientes. São caracterizados pela ausência de competição econômica, superioridade tecnológica, falta de substitutos das mercadorias vendidas e controle total da força de mercado por parte do vendedor (capacidade de baixar e aumentar preços sem perder clientes ou consumidores). Exemplos de monopólios incluem companhias de utilidade pública (água, eletricidade, gás) e provedores de serviços de internet em áreas remotas.

Monopsônio

O monopsônio é um tipo de mercado no qual um único comprador poderoso controla e afeta os preços. Vários vendedores oferecem mercadorias e serviços, mas existe apenas um comprador que possui controle exclusivo da força de mercado e pode baixar esses preços. De acordo com o livro “Microeconomia: Princípios e Aplicações”, um monopsônio puro é raro. Um exemplo é uma companhia de carvão de uma cidade pequena.

Oligopólio

O oligopólio é caracterizado por um número limitado de vendedores concorrentes que vendem produtos similares ou diferentes. Eles competem entre si por meio de propagandas agressivas e da melhora dos serviços de entrega. O oligopólio impõe barreiras para a entrada e a torna difícil para novos vendedores. Dentre elas estão direitos de patentes, exigências financeiras e barreiras legais. As indústrias de tabaco e as companhias aéreas são oligopólios.

Oligopsônio

O oligopsônio possui poucos compradores e muitos vendedores. O duopsônio é um tipo de oligopsônio que contém dois compradores. Estes afetam a ação de compra uns dos outros. Um exemplo de oligopsônio é a indústria de lanchonetes nos Estados Unidos, na qual alguns compradores principais (Burger King, McDonald's e Wendy’s) controlam o mercado de carne.