Conhecimento

Tipos de monômeros

Escrito por kara allan | Traduzido por kelly isay
Tipos de monômeros

Monômeros formam ligações covalentes para criar moléculas maiores conhecidas como polímeros

Photos.com/Photos.com/Getty Images

Monômeros são átomos únicos ou pequenas moléculas que se ligam para formar polímeros, macromoléculas que são compostas de cadeias repetidas de monômeros. Essencialmente, monômeros são blocos estruturais de moléculas, incluindo proteínas, amidos e muitos outros polímeros. Há quatro tipos principais de monômeros: aminoácidos, nucleotídeos, monossacarídeos e ácidos graxos. Esses monômeros formam os tipos básicos de macromoléculas: proteínas, ácidos nucleicos, carboidratos e lipídios.

Outras pessoas estão lendo

Aminoácidos

Aminoácidos são monômeros naturais que servem de estrutura para proteínas. Uma vez que há a ligação de aminoácidos, eles se dobram e enrolam-se até que a proteína final seja formada. Monômeros de aminoácidos podem ser ligados em uma variedade de modos para formar diferentes tipos de proteínas. Há 20 aminoácidos padrões, sendo que as possíveis ligações entre eles são capazes de criarem proteínas que executam desde funções biológicas em seres humanos até promoverem o apoio estrutural em teias de aranha.

Nucleotídeos

Os nucleotídeos são monômeros que se ligam para formarem ácidos nucleicos, que são a estrutura do RNA e do DNA. Os nucleotídeos possuem três componentes: uma base nitrogenada, um grupo fosfato e um açúcar de cinco carbonos. Se o nucleotídeo tiver uma ribose, então ele formará as unidades estruturais do RNA. Se ele tiver uma desoxirribose, então o monômero formará as unidades estruturais do DNA. Os nucleotídeos formam ácidos nucleicos através de uma síntese de desidratação, uma ligação covalente formada pela remoção de uma molécula de água entre dois ou mais monômeros.

Monossacarídeos

Os monossacarídeos são monômeros e a forma mais simples de um açúcar. Eles são unidades básicas dos carboidratos, que armazenam energia nos animais e nas plantas e dão a estrutura da parede celular vegetal. Os monossacarídeos possuem três componentes principais: oxigênio, hidrogênio e um número variável de átomos de carbono. Há vários tipos de monossacarídeos, incluindo a glicose, a ribose e a frutose. Através da síntese de desidratação, os monossacarídeos se ligam para criarem carboidratos maiores. Um dissacarídeo, como a sucrose, ocorre quando dois monossacarídeos se combinam. Um polissacarídeo, como a celulose, se forma quando há a conexão entre três ou mais monossacarídeos.

Ácidos graxos

Os ácidos graxos são monômeros que formam muitos tipos de lipídios, que são um dos quatro tipos de macromoléculas biológicas. Os lipídios são usados para armazenar energia e dar estrutura para as membranas celulares. Os ácidos graxos são compostos de longas cadeias de átomos de carbono e hidrogênio, além de poderem ser saturados, quando não há ligações duplas entre os átomos, ou insaturados, quando há pelo menos uma ligação dupla entre os átomos de carbono.

Formando polímeros

Além dos quatro principais tipos de monômeros, há centenas de outros que podem ser exemplificados. Um atributo principal de um monômero é que ele se combina para criar polímeros, que também são conhecidos como macromoléculas. Os monômeros se juntam uns aos outros através de ligações covalentes, que são formadas pelo compartilhamento de elétrons entre dois ou mais átomos. Esse processo de junção é conhecido como polimerização. Por exemplo, o monômero isopreno forma ligações covalentes com outras moléculas de isopreno para criar a borracha.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media