Mais
×

Os tipos de PLCs

Atualizado em 21 março, 2017

Um PLC (Controlador Lógico Programável), é um tipo especial de computador comumente usado em ambientes comerciais e industriais. PLCs são projetados para executar sistemas automatizados, como robôs ou outras máquinas, e utilizam as entradas e saídas para ler e enviar dados. Ao contrário dos computadores comerciais, os PLCs são projetados para serem muito resistentes e podem ser operados quase sem parar.

Robôs industriais, tais como soldadores automáticos, são comumente controlados por PLCs (robot soudeur image by photlook from Fotolia.com)

Unitários

Um PLC unitário é o tipo mais simples de controlador, ele contém todos os componentes básicos do sistema dentro de uma única casa ou caixa. Esses componentes incluem, tipicamente, o processador, o qual executa o programa de software, além de portas para as ligações de entrada e de saída. PLCs unitários são normalmente conectados diretamente ao dispositivo ou aplicativo que está sendo controlado.

Um exemplo comumente usado de um tipo unitário de PLC é o Micrologix 1000, construído por Allen Bradley. O MicroLogix 1000 inclui memória on-board para o armazenamento de programas, 32 portas de entrada e saída digitais e uma porta de comunicação usada para programar o aparelho. Essa configuração é típica de muitos sistemas unitários.

Modulares

Um PLC modular contém vários módulos diferentes que podem ser acoplados em conjunto para construir um controlador personalizado. Normalmente, o módulo de base tem funções básicas, tais como a regulação de energia elétrica, o processador do computador e as conexões de entrada. Os módulos adicionais, incluindo conversores de analógico para sinais digitais ou saídas adicionais, podem ser adicionados a essa unidade de núcleo conforme necessário. Esse design modular permite que um PLC possa ser personalizado e alterado facilmente.

O Allen Bradley Micrologix 1200 é um exemplo de uso geral do tipo PLC modular. Essa unidade é capaz de lidar com 23 a 40 entradas e saídas. O número real de ligações pode ser expandido facilmente, adicionando módulos. Isso proporciona uma grande flexibilidade e é típico de um PLC modular.

Montagem em estantes

O tipo de PLC montado em estantes é semelhante ao conceito modular, mas é implementado de forma diferente. Considerando que cada módulo em um PLC modular se conecta diretamente à unidade base, um PLC de estante mantém cada módulo separado. Todos os módulos adicionais são conectados através de uma rede e são mantidos em prateleiras organizadas. Essa abordagem permite que sistemas maiores sejam construídos, sem se tornarem excessivamente confusos e complicados. Os módulos são bem organizados nas prateleiras e podem ser removidos e reinseridos conforme necessário.

A unidade comercial SLC 500 é um exemplo de padrão industrial do PLC tipo montagem em estantes. Essencialmente, não há limites para o número de módulos que podem ser adicionados a esse sistema, cada um montado em uma estante padrão. Essa configuração permite que soluções de automação grandes e escaláveis sejam construídas e são comuns nas configurações de fábricas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article