on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Tipos de tecido vintage para estofar sofás

Atualizado em 17 abril, 2017

Muitos tipos de tecidos diferentes eram usados para forrar sofás no passado, e muitos deles ainda podem ser encontrados hoje em dia. O tecido para estofamento e tapeçaria é único porque é mais pesado e mais durável; ele precisa ser assim devido ao peso e ao tipo de uso que suporta. Os tecidos vintage desse tipo são feitos de diversos materiais, como algodão, seda, poliéster e misturas de fibras. Alguns tecidos vintage populares incluem o tecido de casca de árvore, o naugahyde americano e o couro.

Os tecidos vintagem forravam sofás com estilo (Fabric image by cacheman from Fotolia.com)

Tecido de casca de árvore

Em regiões tropicais, desenvolveu-se uma técnica de tratamento da parte interna fibrosa da casca das árvores para criar um tecido resistente, como no Havaí, nos EUA (onde se usava a casca de uma árvore chamada Tapa), em Uganda (onde se usa o Ficus), além de outros lugares na Ásia, África, Indonésia e Pacífico. No Havaí, esse tecido de casca de árvore, conhecido como "barkcloth", é criado através da técnica de tecelagem "momie", que deixa o tecido com um visual marcado por pequenos pontos ou caroços. Como o processo cria uma textura rústica, a sujeira e a terra aparecem menos. Esse tecido se tornou popular nos EUA depois da 2.ª Guerra Mundial, quando os soldados o traziam ou enviavam para casa do Havaí, e se tornou um item básico nos lares e estofados nos anos 40 e 50. Por algum tempo ele foi substituído por versões feitas de algodão grosso que imitavam a textura do tecido feito da casca da árvore, mas o original está sendo trazido de volta ao mercado em coleções modernas de decoração.

Loading...

Naugahyde

Houve uma campanha de marketing durante os anos 60 e 70 nos EUA que contava a história de que esse tecido era feito a partir de um pequeno animal chamado nauga, nativo da ilha de Sumatra. Dizia-se que os naugas trocavam de pele regularmente, então não era necessário matar os animais. Essa lenda urbana teve papel importante para tornar o naugahyde popular nos lares. Na verdade, ele é um tecido de vinil grosso, adequado para uso em estofamento de sofás antigos. A patente original do produto é de uma empresa americana chamada U.S. Rubber Products Inc., que o fabricava como uma alternativa artificial com o mesmo toque do couro. Ele tem um forro de tecido costurado e um revestimento plástico de PVC (cloreto de polivinila), semelhante ao courino.

Couro

Um dos primeiros tecidos usados para estofamento foi o couro. As vacas foram consideradas bens valiosos ao longo da história do homem, e os estofados de couro surgiram por volta da era do Renascimento. O couro era mais cobiçado pelos espanhóis e ingleses, que o decoravam com gravuras, desenhos trabalhados e relevos. Ele foi usado para forrar todos os tipos de móveis antigos, devido à sua durabilidade, beleza e toque agradável. Há três tipos de couro para tapeçaria: semi-anilina, anilina e grão superior. O produto de couro semi-anilina tem um tratamento, mas pode manchar com líquidos. O couro anilina também é chamado de macio ou escovado e não tem tratamento na superfície, sendo suscetível a manchas. O couro de grão superior é o mais popular para estofamento, pois exige pouca manutenção e líquidos geralmente podem ser limpos sem manchá-lo.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...