Como saber quais tipos de vinis são valiosos

Escrito por ehow contributor | Traduzido por danilo rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber quais tipos de vinis são valiosos
Edições limitadas e álbuns com versões alternativas da arte da capa sempre revendem bem (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

Você pode levar anos colecionando e ouvindo CDs apenas para conhecer mais sobre um subgênero de música. No entanto, se começou recentemente uma coleção de vinil ou se está interessado em iniciar um negócio de revenda de LPs que encontra em brechós e leilões, existem algumas orientações básicas que podem ajudá-lo a achar os mais valiosos e a evitar que você seja extorquido.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Cópia do "Rockin' Records", de Jerry Osborne, ou um guia de preços semelhante

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Compre um bom guia de preços. Livros como "Rockin' Records", de Jerry Osborne, darão uma boa visão do que o público em geral considera valioso. E eles são a maneira mais rápida de confirmar um palpite que você tem sobre um determinado disco, enquanto vasculha em caixas.

  2. 2

    Conheça os "carros-chefe". Certos estilos de músicas são muito procurados por colecionadores e ouvintes.

    Em geral, qualquer LP de rock 'n' roll gravado na década de 1950, assim como muitos LPs do gênero gravados até cerca de 1964, terá algum valor de revenda. Subgêneros do rock, como a invasão britânica de 1960, o hard rock e rock psicodélico do final dos anos 1960, o rock progressivo e o rock clássico de 1970 também são favoritos dos colecionadores. O punk e o heavy metal são nichos que podem ser muito rentáveis, procure por álbuns do final dos anos 1970 aos anos 1980.

    Lançamentos R&B clássicos dos anos 1950, doo wop, soul dos anos 1960 e gravações de funk de 1966-1977 também têm alto potencial de revenda. Para as gravações dos anos 1960, procure as gravadoras Motown/Gordy/Soul e Stax. Atlantic, Mercury, Jubilee, Keen e Brunswick são grandes selos dos anos 1950. Álbuns clássicos de blues dos anos 1950 e início dos anos 1960 são altamente colecionáveis. Procure por selos como Chess, RPM, Okeh, VeeJay e Kent -- praticamente qualquer item dessa época e dessas gravadoras é valioso.

    Jazz é outro gênero no qual ainda há um grande interesse em vinil. Todos os lançamentos dos anos 1950 e 1960 devem ser analisados. Procure por esses selos: Blue Note, Verve, Prestige, Riverside, Bethlehem, Columbia e Fantasy. De particular interesse, são gravações "small combo" -- isto é, de pequenos grupos, ao invés de grandes bandas.

  3. 3

    Olhe além dos carros-chefe. A música country não é muito popular entre os colecionadores, mas algumas gravações podem ser muito valiosas. Quanto mais velho, melhor -- procure as gravações dos anos 1950 até o fim da década de 1960. Algumas trilhas sonoras dos anos 1950 e 1960 são itens de colecionadores.

    Acredite ou não, aqueles velhos discos clássicos dos anos 1950 e 1960 são valiosos. Colecionadores sérios pagam um bom dinheiro por vinis NM, especialmente gravações e prensagens da Europa. A maioria dos comerciantes joga esses vinis no lixo e normalmente você pode consegui-los por um preço muito baixo. Só não compre nenhum álbum feito de vinil de baixa qualidade.

  4. 4

    Saiba o que evitar. Quase tudo pode ser vendido, eventualmente. Mas invista em coisas que são propensas a vender mais rápido e que tragam mais lucros. Não gaste muito em gêneros como easy listening, músicas de feriado, músicas infantis, compilações anônimas, músicas religiosas ou de palavra cantada. Não é que você não possa vendê-los, mas isso leva muito tempo e eles não costumam vender tanto quanto os principais gêneros de interesse.

  5. 5

    Procure por estes pesos pesados ​​do rock e compre seus álbuns sempre que encontrá-los: Led Zeppelin, Cream, Pink Floyd, Jimi Hendrix, Frank Zappa, Kiss, The Doors, Rolling Stones, Bob Dylan, David Bowie e The Who. Você simplesmente não tem como perder com esses artistas, se os LPs estiverem em boas condições.

  6. 6

    Sempre pegue gravações de Elvis Presley e dos Beatles. Esses artistas estão no topo da lista de vendedores, devido à sua enorme popularidade, ao grande número de lançamentos e aos valores muito altos de alguns de seus discos. Você realmente tem que fazer uma pesquisa para encontrar seu caminho pelos catálogos, devido a todas as variações mono/estéreo e às várias vezes ao longo dos anos em que as gravadoras relançam tudo o que fizeram. Para investir em discos de Elvis, você precisará de "Presleyana VI" (ou superior), de Jerry Osborne, um livro dedicado aos LPs, EPs e 45s do Rei.

  7. 7

    Tenha em vista o quadro geral. Não ignore coleções que têm algumas coisas indesejáveis, mas calcule se o lote inteiro vale o gasto quando você tira a média de quanto está pagando por cada disco. Um grupo com 200 discos com apenas 40 "bons" ainda pode valer a pena comprar, se o preço for justo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível