Tosse do canil e doxiciclina

Escrito por kristen peck | Traduzido por samuel silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tosse do canil e doxiciclina
Os cães devem ficar isolados se estiverem infectados com a tosse do canil (dog sleeping in metal kennel image by Paul Retherford from Fotolia.com)

A tosse do canil refere-se à uma série de infecções respiratórias que podem ser causadas por vírus e bactérias. Essas infecções são altamente contagiosas e comuns entre os cães. Embora muitos casos de tosse do canil desapareçam por conta própria, os antibióticos, como a doxiciclina são frequentemente prescritos para limpar infecções persistentes e sintomas graves.

Outras pessoas estão lendo

Causas da tosse do canil

A tosse do canil, também conhecida como a traqueobronquite, refere-se à uma infecção respiratória superior altamente contagiosa em cães. As causas mais comuns de tosse do canil são o vírus parainfluenza e as bactérias Bordetella, embora outras infecções virais também possam causar o problema, incluindo a cinomose canina e o adenovírus.

Sintomas da tosse do canil

O principal sintoma da tosse do canil é uma tosse seca, semelhante ao som de um cão com alguma coisa presa na garganta. A secreção aquosa nasal, ânsia de vômito, febre ligeira e falta de apetite também são sintomas possíveis. Se o seu cão estiver apresentando algum desses sintomas, recomenda-se uma chamada ao escritório do veterinário, mas geralmente a infecção desaparecerá sozinha. Se os sintomas mais graves aparecem e a tosse permanece por um período prolongado de tempo ou é tão frequente que o seu cão não pode descansar, comer ou beber água, a medicação pode ser necessária. Os sintomas a serem observados incluem depressão, letargia, pneumonia, febre alta ou uma descarga nasal amarela/verde.

Tratando a tosse do canil com doxiciclina

Os casos mais graves de tosse do canil podem exigir medicação, como um antibiótico como doxiciclina. Essa opção só é útil se a bactéria Bordetella causou a infecção, em vez de um vírus, ou se infecções secundárias tenham se desenvolvido, como o "olho rosa". A doxiciclina é também útil para ajudar a prevenir que a infecção se espalhe para outros cães em uma casa com vários cães, um canil ou um show de cães. Os antibióticos como a doxiciclina devem ser administrado durante o período de prescrição total, a fim de manter a eficácia.

Remédios caseiros

Embora os antibióticos, como a doxiciclina, possam ser recomendados pelo seu veterinário, outros remédios para eliminar os sintomas da tosse do canil, especialmente a tosse seca. O mel no pão tem sido conhecido por ajudar a controlar a tosse, embora antitussígenos sem prescrição médica possam ser utilizados. Sempre verifique com seu veterinário antes de dar qualquer medicação, incluindo drogas sem prescrição médica, a seu cão. Os alimentos moles ou molhados também são úteis, a fim de garantir o seu cão esteja recebendo os nutrientes certos e são mais fáceis de engolir do que o alimento seco para cães com uma garganta seca dolorida.

Prevenindo a tosse do canil

A tosse do canil pode ser prevenida através da vacinação de seu cachorro, especialmente se ele estará em contato com outros cães. Embora as vacinas possam ajudar a prevenir a tosse do canil ou diminuir a gravidade dos sintomas, as vacinas não oferecem proteção completa contra a infecção. Manter um cão infectado isolado é a melhor maneira de prevenir a propagação dessa doença altamente contagiosa. Uma boa ventilação de ar, canis e tigelas de comida e água limpa também ajudarão a prevenir que a infecção se espalhe.

Tosse do canil e doxiciclina
A tosse do canil é altamente contagiosa, portanto separe animais saudáveis de animais infectados (two young dogs image by amandare from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível