A tradição grega de quebrar pratos em casamentos

Escrito por rose sartaguda | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A tradição grega de quebrar pratos em casamentos
Quebre pratos para ter boa sorte (souvenir plates image by Svetlana Tikhonova from Fotolia.com)

Acredita-se que a tradição grega de quebrar pratos vem de um antigo costume. Em tempos remotos, recém-casados quebravam pratos na porta de seus novos lares, pois acreditavam que isto afastava maus espíritos. Ao longo dos anos, a tradição evoluiu para a quebra dos pratos durante a cerimônia de casamento.

Outras pessoas estão lendo

Boa sorte

Os recém-casados arremessam pratos no chão após a celebração do casamento, enquanto os convidados entoam o “Oopah!” para desejar boa sorte na vida dos noivos, um ritual que também simboliza abundância. De acordo com o site mygreektravels.com, para os gregos quer dizer “Temos tantos pratos que podemos quebrar estes!”, uma tradição similar a queimar cédulas de dinheiro.

Prova de amor

Antigamente, os amantes costumavam quebrar os pratos em duas metades quando tinham que se separar. Dessa forma, eles poderiam se reconhecer combinando as duas metades quando se reencontrassem após vários anos. Hoje, em homenagem a essa tradição, joalheiros criaram pequenas versões de metades usando discos de Festo para que cada pessoa use uma peça.

Tradições

De acordo com o site ibreakplates.com, a tradição de quebrar pratos em homenagem a um músico ou dançarino é considerada parte do “kefi” – palavra utilizada para expressar emoção e alegria. É costume também quebrar pratos durante apresentações artísticas como uma forma de proteger os artistas (músicos e dançarinos) de espíritos ruins que possam estar presentes.

Origens

Uma crença a respeito do costume de quebrar pratos é que ela se espalhou a partir de uma antiga tradição em que se quebravam pratos de cerâmica quando alguém morria, quebrando assim o ciclo de morte na família. Outra crença é que as pessoas começaram a quebrar pratos durante celebrações animadas (já que o ato de se quebrar coisas é mais comumente associado à raiva e violência) com o objetivo de enganar os espíritos maus fazendo-os pensar que se tratava de um evento violento, assim afastando-os do local.

Tempos modernos

Nos dias de hoje, a maioria dos lugares requer permissão para a quebra de pratos em espaços públicos, evitando ferimentos em clientes e protegendo proprietários de restaurantes de processos judiciais caros que podem ser ocasionados por esses incidentes. Na Grécia moderna, muitos bufês e casas de recepções incentivam os convidados a jogarem flores, em vez de quebrarem pratos, por ser uma alternativa mais barata e mais fácil de limpar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível