Tradições e costumes das famílias hispânicas

Escrito por jeffrey norman | Traduzido por ana cristina carneiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tradições e costumes das famílias hispânicas
A quinceañera é um importante evento para a jovem adolescente hispânica (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Os costumes e tradições hispânicas são geralmente centrados na família. As ligações entre os pais e filhos, ou maridos e esposas, são reforçadas em vários ritos de passagem. Muitos desses eventos clássicos entraram na América Latina por meio de colonos espanhóis. Alguns conseguiram permanecer na cultura contemporânea, apesar de serem de origem antiga.

Quinceañera

Quinceañeras foram originadas na cultura asteca por volta de 500 a.C. O termo refere-se ao 15º aniversário de uma mulher jovem . "Quince" significa quinze, e "añera" denota a ideia de um ano. O evento marca a passagem para a feminilidade. As meninas hispânicas sonham com sua própria quinceañera com bastante antecedência. A aniversariante recebe primeiro uma festa formal, com a presença de muitos dos seus amigos e família, incluindo seus pais e padrinhos. Depois a mulher recém-batizada participa de uma valsa entre pai e filha.

Los Tres Reyes

Los Tres Reyes, ou Os Três Reis Magos, são um ponto central da época de Natal na cultura hispânica. Na religião cristã, o trio presenteia o menino Jesus com ouro, incenso e mirra. As crianças, especialmente na Espanha e na América Latina, escrevem cartas com pedidos aos Los Tres Reyes semelhante ao que as crianças na tradição americana escrevem para o Papai Noel. No entanto, os presentes - se eles se comportarem bem - não chegam no dia de Natal, mas sim no dia 6 de janeiro.

Casamentos

Várias características distintas ajudam a distinguir um casamento hispânico. Madrinhas e padrinhos são designados como patrocinadores do novo casal, pois eles ajudam a pagar a cerimônia e participam dos elementos religiosos das núpcias. Por exemplo, o padrinho pode colocar um longo fio de contas de rosário em forma de oito ao redor do pescoço do casal, conhecido como Lazo. O noivo deve dar à noiva 13 moedas de ouro, chamadas de "las arras", para significar sua firmeza.

Raspar o cabelo e histórias assustadoras

"Pelar", "rasurar", ou "afeitar al bebé" são formas de descrever o costume hispânico de raspar o cabelo da cabeça dos bebês. Acredita-se que esta tradição ajuda o cabelo dos bebês a crescer grosso e exuberante. Raspar o cabelo é particularmente comum em países como a Venezuela, Espanha e México. Pais hispânicos também incutem o mito do El Cuco em seus filhos. Os jovens são informados de que, se eles não dormirem rapidamente, esse monstro assustador com cabeça de abóbora vai roubá-los de casa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível