Tradições dos funerais judaicos e óleos para unção dos corpos dos falecidos

Escrito por tina cisneros | Traduzido por laila teixeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tradições dos funerais judaicos e óleos para unção dos corpos dos falecidos
A tradição judaica não usa flores nos funerais (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Quando se trata de enterrar seus mortos, o judaísmo tem costumes e tradições bastante específicos. Há diretrizes e regras que devem ser seguidas para manter a fé judaica. A morte é uma situação dura para qualquer família, então é importante compreender os costumes e as tradições judaicas para não ser desrespeitoso nesse momento difícil.

Outras pessoas estão lendo

Costumes judaicos

A tradição judaica afirma que os que morreram recentemente não devem ser deixados sozinhos. Um "observador" ou Shomer é designado para ficar junto ao falecido até o enterro. É importante que o enterro aconteça o mais rápido possível. Segundo o costume, preparar o corpo para ser enterrado imediatamente é mais respeitoso do que adiar a cerimônia. Todavia, sempre há exceções à regra. Pode ser que a família tenha de esperar caso existam parentes que morem longe. De qualquer forma, essa decisão deve ser discutida com o rabino.

Preparando o corpo

Não é costume entre os judeus ver o corpo do falecido. Não espere ir a um funeral em que o caixão vai estar aberto. A tradição afirma que é falta de educação olhar para alguém que não pode olhar de volta. A única exceção é quando se solicita que a família identifique o corpo. A tradição judaica também não usa o embalsamento (a não ser quando requerido pela legislação local). Antigamente, familiares se reuniam para, cerimoniosamente, preparar o corpo do falecido, que era limpo, ungido com óleos e temperos e envolto em um pano de linho. Hoje em dia, as funerárias contatam os Cheyra Kadisha, que possuem o treinamento necessário para preparar o corpo conforme o costume da religião.

Óleos

A preparação e a unção do corpo requer uma mistura especial de óleos essenciais e temperos. Os mais comumente utilizados são sândalo, mirra, nardo, abeto balsâmico, murta, pinho, cipreste e abeto vermelho com azeite de oliva extravirgem. Esses óleos têm sido usados por centenas de anos com o propósito de preparar e purificar os corpos dos falecidos.

Cerimônia

Um funeral judeu dura aproximadamente meia hora. Ele inclui uma leitura dos Salmos, um louvor e outras leituras. Rituais judaicos incluem o K'riah, símbolo da perda e do sofrimento. Muitos enlutados usam um laço preto preso na roupa. Na antiguidade, pessoas de luto rasgavam um pedaço de suas roupas para demonstrar que a perda de uma pessoa amada era um rombo no coração. O laço preto é símbolo desse antigo costume.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível