Saúde

Como transferir um paciente debilitado da cama para a cadeira ou cadeira de rodas

Escrito por wirnani garner | Traduzido por mirella veloso
Como transferir um paciente debilitado da cama para a cadeira ou cadeira de rodas

Ser transferido para uma cadeira permite ao paciente a execução de alguns pequenos movimentos, o que é benéfico para a melhora da circulação

Man In A Wheelchair image by caraman from Fotolia.com

Deitar na cama por um longo período de tempo é geralmente deprimente e cansativo para a maioria dos pacientes. Para melhorar o seu humor, os pacientes frequentemente pedem por uma mudança na sua posição e no ambiente ao seu redor. A única maneira de fazê-lo é transferi-lo de forma segura da cama para a cadeira ou cadeira de rodas. Ser transferido para uma cadeira permite ao paciente a execução de alguns pequenos movimentos, o que é benéfico para a melhora da circulação. Sobre ser transferido em uma cadeira de rodas, isso serve como uma maneira de transportar um paciente debilitado em áreas hospitalares (como o raio-x e salas de ultrassom) para completar alguns exames de laboratório. Isso também pode ser benéfico para transportar o paciente para mudar de cenário que irá ajudá-lo na melhora do seu humor e aumentar as suas chances de socialização. Esse tipo de transferência deve ser feito com extrema cautela. O manejo de forma própria do paciente, e a mecânica do corpo do cuidador devem ser aplicadas de forma a executar a tarefa da maneira mais segura possível. Se o paciente tem força suficiente no corpo para se mover, é melhor fazer com que ele o ajude com a manobra.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Cadeira
  • Cadeira de rodas

Lista completaMinimizar

Instruções

    Como transferir um paciente debilitado da cama para a cadeira ou cadeira de rodas

  1. 1

    Avalie a força geral dos pacientes e procure por deficiências cognitivas. Examinar a força do paciente irá ajudá-lo a montar um bom plano para a manobra, se ele está forte o suficiente para participar do procedimento ou não. Checar a cognição do paciente irá ajudar a entender se ele possui a capacidade de entender ou seguir instruções.

  2. 2

    Informe o paciente sobre o procedimento. Se ele quer ser transferido para uma cadeira, explique os detalhes de como a manobra será feita. E se existe uma necessidade de ser transferido em uma cadeira de rodas, explique o motivo disso e o destino da transferência. Informar o paciente sobre a manobra de fato irá facilitar a cooperação e irá fazer com que ele sinta que está sendo respeitado, e não controlado.

  3. 3

    Coloque a cadeira ou cadeira de rodas ao lado da cama, de frente para os pés da mesma. Traga a cadeira o mais perto possível para reduzir a distância da transferência. Se uma cadeira de rodas é utilizada, certifique-se de travar o seu freio e dobrar os descansos para os pés, assim que a posicionar perto da cama.

  4. 4

    Ajuste a altura da cama para a posição mais baixa; dessa maneira será fácil para o paciente pisar fora da cama, no chão, reduzindo então o risco de lesões da queda. Trave o freio da cama e então ajude o paciente a deitar-se de lado, de frente para a direção da transferência.

  5. 5

    Abaixe o gradil lateral da cama e gradualmente suba a cabeceira da cama para um nível tolerável. Cheque constantemente o estado do paciente quando estiver fazendo esse procedimento. Certifique-se de que o paciente não está sentindo náuseas ou tonturas.

  6. 6

    Coloque um braço embaixo do ombro do paciente e o outro braço segurando a coxa do paciente no lado oposto (você estará de frente para o paciente quando estiver fazendo essa manobra). Conte até três e então cuidadosamente passe as pernas do paciente por cima do lado da cama e ajude-o a levantar o tronco e ombros até que ele esteja em uma posição sentada. Se o paciente é forte o suficiente para fazer alguns movimentos, deixe-o participar da manobra. Peça a ele para usar a perna no lado de fora da cama para servir de concha para a perna no outro lado. Então passe cuidadosamente ambas as pernas pelo lado da cama e então ajude-o a levantar o tronco e ombros até que ele esteja na posição sentada.

  7. 7

    Coloque os seus braços ao redor do torso do paciente para apoiar. Coloque um braço do paciente sobre o seu ombro, enquanto o outro braço dele está estendido na cama, para ajudar no apoio da posição. Instrua o paciente para chegar para a borda da cama até que os seus pés estejam plantados no chão.

  8. 8

    Aumente a distância dos seus pés, com o pé direito na frente, e então o esquerdo atrás para uma fácil mudança do seu peso enquanto levanta o paciente. Mantenha a posição acima, com os seus braços ainda segurando o torso do paciente. Um braço dele deverá estar ainda no seu ombro e o seu outro braço deve estar ainda estendido na cama (com a palma plantada na cama).

  9. 9

    Posicione o seu pé direito lado a lado com o pé esquerdo do paciente (o lado para onde o dedo mindinho do pé está) e posicione a sua perna no nível do joelho dele. O posicionamento do seu pé e perna fornece estabilidade, ao prevenir que o pé do paciente escorregue, ou que o joelho dele ceda quando ele estiver sendo levantado para ficar de pé.

  10. 10

    Dobre levemente os seus joelhos e incline o seu corpo. Então instrua o paciente a ficar pronto para empurrar o seu braço que está estendido na cama, enquanto você o levanta para ficar de pé. Conte até três enquanto você ajuda o paciente a ficar de pé e ele está empurrando a mão da cama ao mesmo tempo.

  11. 11

    Levante o paciente para a posição de pé e mantenha as suas costas eretas enquanto faz essa manobra. Gire o paciente para que as costas dele estejam posicionadas na frente na cadeira ou cadeira de rodas, e instrua-o a pegar no recosto de braço para apoio adicional, e então lentamente ajude-o a abaixar-se até sentar no assento da cadeira. Lembre-se de dobrar os joelhos, enquanto mantém as suas costas eretas durante a assistência.

  12. 12

    Ajude o paciente a posicionar-se propriamente quando sentar. Certifique-se de que as suas nádegas estejam totalmente descansadas no assento e as suas costas encostando firmemente no encosto. Quando estiver em uma cadeira de rodas, coloque os braços dele nos descansos de braço e os seus pés nos descansos para pés.

  13. 13

    Documente a transferência segura do paciente. É importante sempre gravar procedimentos que são feitos no paciente, especialmente quando são executados em um ambiente hospitalar.

Dicas & Advertências

  • Lembre de não mudar a posição do paciente de deitado, para um imediato levantar. Uma mudança rápida na posição pode causar uma queda súbita de pressão sanguínea, também conhecida como hipotensão postural ou ortostática. Ela se manifesta pela tontura, visão turva, perda temporária de consciência, desmaios ou sensação de formigamento. Faça o processo de elevação gradualmente; eleve a cabeça da cama para uma nível tolerável, seguido da posição sentada, e então levante.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media