Mais
×

O que é trânsito solar e lunar?

Em termos astronômicos, o trânsito possui três significados, todos relacionados ao movimento aparente dos corpos celestes do ponto de vista de um observador. Por serem os maiores corpos celestes que se pode ver da Terra, o trânsito do Sol e da Lua possui um significado especial e atrai o interesse de astrônomos e observadores eventuais.

A definição do trânsito da Lua e do Sol depende do que está sendo observado (moon image by Nikolay from Fotolia.com)

Cruzando o meridiano

O Observatório Naval dos EUA define trânsito como o instante em que um corpo celeste cruza o meridiano de um observador, ou seja, uma linha imaginária traçada no céu de norte a sul. O trânsito do Sol ocorre precisamente ao meio-dia, mas não o meio-dia definido pelos fusos. O site do observatório explica que o trânsito do Sol ocorre ao meio-dia solar, conforme é apresentado em um relógio de sol. Se você está observando de baixas a médias latitudes da Terra, o trânsito ocorre aproximadamente entre o nascer e o pôr do sol, no momento em que o Sol está mais alto no céu, mas é diferente se observado de altas latitudes, próximas aos polos Norte e Sul. Na terra do sol da meia-noite, podem acontecer vários trânsitos entre o nascer e o pôr do sol.

Meio-dia lunar

O trânsito da Lua carrega a mesma definição de cruzar o meridiano, mas o "meio-dia lunar" varia ao longo do dia. A Lua Nova, quando a face vista da Terra está completamente no escuro, transita aproximadamente ao mesmo tempo que o Sol, ao meio-dia solar. A trajetória não é a mesma, pois há particularidades quanto à órbita da Lua ao redor da Terra. Quando a Lua está no quarto crescente, ela transita aproximadamente seis horas após o Sol. A Lua Cheia transita 12 horas após o Sol, e no quarto minguante a Lua cruza o meridiano do observador aproximadamente seis horas antes do meio-dia solar.

Cruzando a face

A definição do Observatório Astronômico Europeu de trânsito concentra-se em uma ocorrência celeste diferente. Ele descreve o trânsito como o aparecimento de um objeto astronômico que cruza a face de um objeto maior. Da Terra, com o uso de observação indireta com um telescópio ou direta com um telescópio filtrado, é possível observar os planetas Vênus e Mercúrio cruzando a face do Sol periodicamente. Alguns fotógrafos capturaram imagens de estações espaciais internacionais cruzando a face do Sol, e com um pequeno telescópio é possível inclusive observar o trânsito das luas de Júpiter quando cruzam a face desse gigante gasoso.

Observadores fora da Terra

As sondas observatórias gêmeas STEREO da NASA foram longe o suficiente no espaço para capturar o trânsito lunar do Sol. A sonda capturou a Lua em vídeo como um disco escuro correndo através da face do Sol. Quando há um eclipse lunar em relação ao Sol, visto da Terra, ele é descrito mais como uma ocultação do que um trânsito. A ocultação ocorre quando um objeto no céu oculta parcial ou totalmente a visão de outro objeto.

Visão telescópica

A terceira definição de trânsito descreve o movimento de um objeto que atravessa o campo de visão de um telescópio estático. Geralmente isso se refere ao movimento aparente das estrelas conforme transitam frente ao telescópio. Mas aponte o telescópio para a Lua e seu trânsito pode ser bastante dramático, pois o observador parece correr sobre a superfície lunar.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article