Tratamento do carcinoma de células escamosas em cães

Escrito por rena sherwood | Traduzido por rafael henrique alves de oliveira
Tratamento do carcinoma de células escamosas em cães
O carcinoma de células escamosas pode atingir a pele e a boca dos cães (Janie Airey/Digital Vision/Getty Images)

O carcinoma de células escamosas em cães é geralmente um tumor maligno encontrado na boca ou pele. O tratamento para eles deve ser agressivo e rápido, a fim de que se tenha alguma esperança de que o câncer pare de se espalhar por todo o corpo.

Diagnóstico

Os tumores de células escamosas podem diferenciar na aparência, dependendo do tipo que for. Mas qualquer nódulo estranho de 2,5 cm de diâmetro ou que pareça estar crescendo rapidamente deve ser analisado por um veterinário o mais rápido possível. A fim de determinar qual tipo de tumor é este crescimento, uma biópsia é feita. Raios-X e tomografias computadorizadas podem ser realizados para visualizar o quão profundo ele está instalado no cão. De acordo com o Centro do Câncer Abramson da Universidade da Pennsylvania (Abramson Cancer Center of the University of Pennsylvania), geralmente é feito mais de um exame, pois o carcinoma de células escamosas pode se assemelhar aos papilomas.

Cirurgia

De acordo com o Manual Veterinário de Donos de Cães (tradução livre de Dog Owner's Home Veterinary Manual - Debra M. Eldredge, DVM, et al; 2007), a remoção cirúrgica completa é o tratamento de escolha para os cães com carcinoma de células escamosas. A cirurgia deve ser feita o quanto antes, já que o câncer pode se espalhar para partes inoperáveis do organismo.

Amputação

Os carcinomas de células escamosas podem profundamente se instalar em regiões como a superfície de um testículo, um dedo do pé ou parte do maxilar. A fim de garantir que todos os tecidos cancerosos sejam removidos, o Manual Merck de Veterinária (tradução livre de The Merck Veterinary Manual) recomenda que o veterinário ampute ou retire partes do cão, como um testículo, dedo ou parte do maxilar.

Radiação

Se o carcinoma de células escamosas não puder ser operado, o veterinário pode tentar reduzi-lo a um tamanho o qual se possa fazer isso, ou pelo menos reduzir sua chance de se espalhar a outras partes do corpo. Terapia com radiação é utilizada, algumas vezes combinada com drogas quimioterápicas, a fim de reduzir os tumores. Tratamentos radioativos após a cirurgia podem também ser necessários se houver qualquer chance do câncer se espalhar.

Taxa de recuperação

O carcinoma de células escamosas tem a tendência de aparecer em cães com mais de 6 anos de idade. Isso pode reduzir a expectativa de vida de um cão após a cirurgia. De acordo com o Guia Completo para Cães da ASPCA (tradução livre de ASPCA Complete Guide to Dogs - Sheldon L. Gerstenfeld, VMD; 1999), o intervalo de tempo de um animal vivo após a cirurgia do carcinoma é entre 4 a 10 meses. Mas sem tratamento, lhe sobra apenas 1 a 3 meses.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível