Tratamento contra Streptococcus pyogenes

Escrito por dana severson | Traduzido por luiz carlos de frança júnior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento contra Streptococcus pyogenes
Streptococcus pyogenes é a bactéria responsável pelas infecções na garganta (Duncan Smith/Photodisc/Getty Images)

O Streptococcus pyogenes é a bactéria responsável pelas infecções na garganta, mas também pode causar um problema de pele conhecido como impetigo. Independente da patologia, as bactérias estreptocócicas encontram acesso ao organismo, através do seu trato respiratório, tal como seria vista em uma inflamação na garganta, ou através de uma abertura na pele, como é o caso do impetigo. Ambas as condições são infecções altamente contagiosas e a causa é a simples exposição à bactéria. Independentemente de qual infecção está afetando sua saúde, o tratamento é muitas vezes necessário para livrar seu sistema do Streptococcus pyogenes.

Outras pessoas estão lendo

Infecção estreptocócica na garganta

Quando os Streptococcus pyogenes provoca inflamação de garganta, o tratamento geralmente se baseia em antibioticoterapia. A penicilina e a amoxicilina são duas das formas mais comuns de tratamento, mas o seu médico pode prescrever outro antibiótico, como a claritromicina, azitromicina ou clindamicina, para ajudar na curar a doença. Não importa que tipo de medicação é prescrita, você normalmente encontrará o alívio dos sintomas associados em menos de um dia. No entanto, isso não significa que as bactérias estreptocócicas foram erradicadas do seu organismo. Continue a tomar o medicamento seguindo o período de tempo especificado na receita, para garantir o tratamento adequado. Enquanto a maioria das pessoas encontram o alívio em cerca de dois dias, você pode exigir uma forma de cuidado adjunto para continuar a aliviar os sintomas da doença. Nesta situação, a dor, febre e dores de cabeça associadas a infecção na garganta freqüentemente encontrarão alívio com um analgésico, como o acetaminofeno (paracetamol) ou ibuprofeno. Mesmo a aspirina pode ser utilizada em adultos com infecções na garganta. Antes de tomar qualquer tipo de medicação consulte o médico que lhe prescreveu o antibiótico. Junto com o tratamento padrão, certifique-se de eliminar fluidos corporais, para garantir que seu corpo possa combater melhor a infecção estreptocócica e mantenha sempre uma hidratação adequada. Umidificadores também são bons auxiliares tanto no conforto como na recuperação. Até mesmo os sprays nasais podem ajudar no combate a congestão nasal.

Impetigo

Já no caso de impetigo, o seu médico, provavelmente, irá tratar esse tipo de infecção estreptocócica com uma abordagem diferente. O mais comum, especialmente com casos leves de impetigo, é o auto-cuidado. Para utilizar este método, basta manter a área da pele afetada limpa e, em seguida, aplicar um creme ou pomada com antibiótico diretamente sobre a ferida, sem a necessidade de receita. Quatro vezes por dia é o ideal, mas você só precisa fazer isso na parte da manhã e antes de dormir. Quando a infecção for mais grave, o tratamento muitas vezes se faz necessário. Isso pode incluir a utilização de um creme antibiótico, assim como um antibiótico oral. Com o tempo, a infecção se torna cada vez menor, até que as feridas desaparecem. Mas assim como o tratamento de infecções na garganta, certifique-se de realizar o tratamento até o fim. Qualquer falha no tratamento pode resultar em uma recorrência da infecção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível