Tratamento da klebsiella oxytoca

Escrito por nicholas ramos | Traduzido por r spol
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento da klebsiella oxytoca
A klebsiella oxytoca (KO) é uma bactéria que provoca infecções do trato urinário e septicemia (infecção generalizada) (Bacteria Colonies image by ggw from Fotolia.com)

A klebsiella oxytoca (KO) é uma bactéria que provoca infecções do trato urinário e septicemia (infecção generalizada). Ela tem grandes chances de ser resistente aos antibióticos, tornando as infecções relacionadas muito sérias, sendo importante tratá-las rapidamente. A septicemia é a infecção mais grave causada pela klebsiella oxytoca. Felizmente, existem tratamentos para essas infecções.

Outras pessoas estão lendo

Infecção do trato urinário por klebsiella oxytoca

A klebsiella oxytoca, muitas vezes, se acumula no trato urinário e se multiplica, causando infecção. As infecções do trato urinário geram sérios riscos à saúde e possuem muitos sintomas, como micção frequente, queimaduras graves na bexiga e fadiga do trato urinário durante a micção, dores na bexiga e no trato urinário. Se a infecção não for tratada, poderá evoluir para uma infecção dos rins acompanhada de febre alta. A klebsiella oxytoca causa infecção urinária e é tratada através de antibióticos.Os mais comuns utilizados para o tratamento incluem o trimetoprim, sulfametocazole, amoxicilina e ampicilina. Primeiramente, o médico confirmará se você não é alérgico a esses medicamentos antes de prescrever uma receita. Se a klebsiella ocytoca espalhar-se para os rins, o tratamento se tornará mais complicado. Deve-se hospitalizar o paciente e administrar antibióticos intravenosos. São necessárias várias semanas de antibióticos para sanar uma infecção renal. Como a klebsiella oxytoca é mais propensa a desenvolver resistência aos antibióticos, contate o seu médico imediatamente se sentir quaisquer sintomas de uma infecção do trato urinário.

Septicemia por klebsiella oxytoca

A klebsiella oxytoca é responsável pela septicemia. Essa infecção generalizada é extremamente grave e acomete o sangue, gerando risco de vida. A gravidade aumenta rapidamente e o tratamento deve ser rápido. Picos febris, calafrios, frequências respiratória e cardíaca aumentadas são os primeiros sintomas de septicemia. Esses sintomas evoluem para choque séptico e febre contínua. Muitas vezes, a temperatura do corpo decresce rapidamente causando hipotermia. Como a klebsiella oxytoca viaja e se multiplica no sangue, há diminuição da consciência mental, quedas na pressão arterial e o surgimento de manchas vermelhas na pele. Se você acredita que está com septicemia, ligue no 192 imediatamente. Você será tratado na unidade de cuidados intensivos, onde receberá, via intravenosa, antibióticos, plasma e transfusões sanguíneas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível