Tratamento a laser para pedras nos rins

Escrito por rachel nall | Traduzido por antonio silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento a laser para pedras nos rins
Desde os anos 1980, os lasers têm sido utilizados no tratamento de pedras nos rins (surgeon in a hospital image by Tatiana Belova from Fotolia.com)

Desde os anos 1980, os lasers têm sido utilizados no tratamento de pedras nos rins. Eles são usados ​​quando as pedras nos rins não conseguem passar através do corpo depois de vários dias; proporcionam um meio rápido e de baixa dor para quebrar a pedra e permitir que elas passem facilmente através do corpo.

Outras pessoas estão lendo

O que são pedras nos rins?

Pedras nos rins consistem em uma condição dolorosa em que cristais presentes na urina se separam dela e formam uma massa dura no interior do corpo. Elas podem atingir um grande tamanho, chegando a bloquear o ureter (que tem apenas milímetros de largura), podendo causar dor, náuseas e vômitos. Quando uma pedra no rim não passa através do corpo após 30 dias, um médico pode recomendar a cirurgia para quebrá-la, como o laser de litotripsia.

Encontrar o paciente certo

Nem todo paciente que tem pedras nos rins é candidato a fazer uma cirúrgia com laser de litotripsia. A abordagem do laser é melhor para cálculos renais maiores do que 5 milímetros, na parte inferior do ureter. Para pedras em outras partes do corpo, outras alternativas podem ser recomendadas. O processo requer que um paciente seja colocado sob anestesia e tipicamente leva de uma a três horas, dependendo do tamanho e da localização da pedra.

Como funciona

O procedimento com litotripsia (lith-oh-trip-see, sigla em inglês) é uma abordagem que utiliza um instrumento para quebrar pedras nos rins em partes menores. Para a abordagem a laser, um médico insere uma fibra ótica, muitas vezes menor do que um fio de cabelo, no ureter dos pacientes, conduzindo a fibra para cima até que ela atinja as pedras. O laser é ativado, e a explosão de energia faz com que a pedra se quebre, mantendo o tecido do ureter ileso.

Eliminando as pedras

Uma vez que as pedras foram quebradas, os pedaços restantes passam ​​através do ureter e são expelidos na urina. Um médico também pode optar por inserir um cateter que remove os pedaços imediatamente após o procedimento.

Recuperação

A internação hospitalar foi exigida nos primeiros anos do procedimento, mas hoje ele é considerado um procedimento ambulatorial.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais da cirurgia incluem náuseas, devido à anestesia, e sangue na urina, devido à irritação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível