Tratamento de parafina para síndrome do túnel do carpo

Escrito por mark salzwedel | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento de parafina para síndrome do túnel do carpo
Banho de parafina

A síndrome do túnel do carpo pode envolver dor, comichão, fraqueza ou dormência do pulso e potencialmente até os dedos, o antebraço e o cotovelo. É causada pela compressão do nervo mediano, que conecta o antebraço e a mão, sendo que a posição das mãos e dos pulsos ao trabalhar é o fator contribuinte mais frequente para que ocorra. O tratamento mais comum é uma combinação de descanso, uma braçadeira de pulso, anti-inflamatórios e analgésicos. Alguns pacientes encontram alívio adicional em banhos de contraste, um dos quais é o de parafina.

Outras pessoas estão lendo

Banhos de contraste usando água

Como existe uma necessidade de reduzir a inflamação e aumentar a circulação ao recuperar-se de uma síndrome do túnel do carpo, muita gente, inclusive fisioterapeutas, recomenda os banhos de contraste. O protocolo geral é imergir os pulsos afetados em água quente por 2 a 3 minutos, depois em água gelada por um minuto. Os banhos de contraste são usualmente feitos duas a três vezes por dia. A água quente ajuda a aumentar a circulação para apressar a cura e a água fria ajuda a reduzir a inflamação.

Banhos de parafina

Os banhos de parafina, originalmente usados em spas para amaciar as mãos, também podem fornecer algum alívio para a síndrome do túnel do carpo. Você pode comprar unidades baratas que automaticamente manterão a cera na temperatura certa ou pode usar uma panela elétrica e um termômetro, certificando-se de que a cera nunca fique mais quente do que 51°C, para evitar queimaduras. Nesse tipo de banho de contraste, a cera demora muito para ser removida para se fazer um banho frio adequado a seguir, mas fornece um aquecimento das mãos e pulsos mais longo e mais uniforme, promovendo mais circulação e uma cura mais rápida.

Procedimento

Certifique-se de que não haja ferimentos abertos nas suas mãos e pulsos e tire todas as joias. Você também pode umedecer as mãos antes de imergi-las na cera quente. Mergulhe brevemente as mãos e pulsos na parafina derretida de duas a oito vezes para criar uma película de cera. Tome cuidado para não tocar nos lados do banho e mantenha as mãos relativamente paradas ao mergulhá-las, ou quebras na cera podem causar manchas de calor desagradáveis. Para evitar uma bagunça de cera respingada e reter o calor por mais tempo, envolva as mãos em plástico ou toalhas. Espere pelo menos dez minutos antes de descascar a cera enrijecida. A maioria das pessoas pode usar banho de parafina duas vezes por dia com segurança enquanto persistirem os sintomas da síndrome do túnel do carpo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível