Tratamento pós-operatório de glaucoma de ângulo fechado

Escrito por lucinda gunnin | Traduzido por lucas de barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento pós-operatório de glaucoma de ângulo fechado
Saiba um pouco mais sobre os procedimentos pós-operatórios de uma iridotomia periférica a laser (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

O tratamento cirúrgico mais comum para o glaucoma de ângulo fechado é um procedimento chamado de iridotomia periférica a laser. Ele pode ser planejado ou de emergência realizado durante o fechamento de ângulos agudos. A iridotomia periférica a laser (LPI) pode ser repetida, conforme necessário, para assegurar a manutenção de uma pressão intraocular apropriada. Na maioria das vezes os dois olhos devem ser tratados, pois há uma chance de 80% do outro olho sofrer de fechamento de ângulo após o primeiro.

Outras pessoas estão lendo

Pós-operatório imediato

A LPI é frequentemente realizada no consultório do cirurgião. Em essência, o laser é usado para criar um pequeno orifício ou via permitindo que o fluido aquoso do olho seja drenado corretamente, reduzindo a pressão nele. No caso de um fechamento de ângulo agudo e uma cirurgia de emergência, várias gotas oculares serão dadas ao paciente, bem como um diurético oral, para redução da pressão ocular. Gotas anestésicas serão usadas ​​para evitar a dor durante a cirurgia, além disso, colírios esteroides podem ser administrados no pós-operatório, para promover a cura.

O dia da operação

A maioria dos oftalmologistas recomendará que você retorne à clínica no dia seguinte à cirurgia, para uma rápida verificação da pressão. Isso levará apenas alguns momentos e pode ser feito por um técnico óptico ou por seu oftalmologista, ao invés do cirurgião. O médico verificará se o procedimento reduziu a pressão ocular.

Cuidados a longo prazo

Embora a cirurgia a laser crie novos meios para reduzir a pressão nos olhos, os cuidados de acompanhamento, incluindo as verificações de pressão regulares e o uso diário de colírios é quase sempre necessário. Dependendo da gravidade do glaucoma o médico poderá recomendar várias gotas por dia e a cirurgia poderá ser repetida. Alguns pacientes relatam ver pequenos pontos no campo de visão, após a cirurgia. Isso não é incomum, mas deve ser comunicado ao médico, caso ocorra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível