Tratamento para radiculite cervical

Escrito por matthew delman | Traduzido por ludmyla dias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento para radiculite cervical
A radiculite cervical é uma doença bastante dolorosa (Goodshoot RF/Goodshoot/Getty Images)

A radiculite cervical é a compressão das terminações nervosas sobre sete vértebras da coluna vertebral, as quais são chamadas as vértebras cervicais. A radiculite acontece quando os discos da coluna vertebral são pressionados contra os nervos a partir da medula espinhal, e pode ser sentida no pescoço, onde as vértebras cervicais estão localizadas.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

De acordo com a MedlinePlus, as dores da radiculite cervical podem ser sentidas como um leve formigamento, dor irritante ou uma sensação de queimação ou pulsação. A dor pode ser intensa o suficiente para que você não possa mover-se, o que acontece em alguns casos. Outro provável sintoma é a dormência na área afetada.

A dor específica da radiculite cervical é a dor quando você move o pescoço, dor profunda perto ou sobre o ombro, dor no braço e antebraço e, em casos raros, dor que se irradia para baixo, até seus dedos.

A dor geralmente começa lenta e pode ser agravada por atividades cotidianas, como espirrar, rir ou tossir. Uma doença relacionada é a hérnia de disco que também pode acontecer na região lombar.

Diagnóstico

O diagnóstico da radiculite cervical é feita através de vários métodos, incluindo um exame de ressonância magnética (RM), que permitirá ao seu médico ver o que está acontecendo em sua coluna. O médico pode também realizar um exame de CT na espinha.

Um exame de compressão, chamado teste de Spurling, é um método comum de determinar se você tem radiculite cervical. No exame o paciente dobra seu pescoço de um lado para outro e de frente para trás, enquanto o examinador coloca uma pressão muito leve para baixo sobre a cabeça. Aumento da dor ou dormência é um sinal de que você está sofrendo de radiculite cervical. Este é considerado um resultado "positivo" do teste.

Às vezes, o médico precisa apenas realizar um exame físico simples e revisar seu histórico médico para descobrir se você está sofrendo de radiculite cervical ou não.

Tratamento

Os tratamentos para radiculite cervical variam dependendo da gravidade dos sintomas. Repouso e drogas anti-inflamatórias, tais como Advil, acompanhado pela terapia física, é suficiente para a maioria dos casos. Você deve então ser capaz de retornar às suas atividades normais sem dor persistente.

Um número pequeno de doentes precisam de cirurgia ou injeções de esteroides na espinha, a fim de aliviar a dor causada por radiculite cervical. Os esteroides também podem ser aplicados em forma de pílula em vez de injeção.

A cirurgia é utilizada apenas quando a radiculite cervical não responde a outros métodos de tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível