Saúde

Tratamento para o refluxo biliar

Escrito por victoria weinblatt | Traduzido por luiz carlos de frança júnior
Tratamento para o refluxo biliar

Tratamento para o refluxo biliar

Doctor image by Monika 3 Steps Ahead from Fotolia.com

Refluxo biliar é um distúrbio gastrointestinal. A maioria das pessoas já conhece o distúrbio do refluxo ácido, quando o conteúdo do estômago volta para o esôfago. O refluxo biliar é uma condição semelhante, onde a bile reflui para o estômago e esôfago. Segundo a Clínica Mayo, essas duas condições muitas vezes são simultâneas.

Outras pessoas estão lendo

O tratamento com ácido ursodesoxicólico

O ácido ursodesoxicólico é um medicamento prescrito pelos médicos para o tratamento do refluxo biliar. Ele ajuda a promover o fluxo natural da bile. Se o seu médico lhe prescreveu este medicamento, ele espera o alívio da dor e a redução na freqüência dos sintomas da doença. O nome comercial é URSO (ou ursodiol), e se apresenta na forma de comprimidos. Ingerido nas refeições, geralmente sua posologia exige de duas a quatro doses por dia.

Tratamento cirúrgico

Os sintomas de refluxo biliar podem ser graves. Quando a medicação não está fazendo efeito, os médicos podem recomendar a cirurgia. Existem dois tipos de procedimento, nenhum dos quais com garantia de sucesso. Uma delas é a cirurgia de desvio. Durante esta operação, os cirurgiões desviam a bile para longe do seu estômago através da criação de uma fístula para drenar a bile. O segundo tipo de cirurgia é a anti-efluxo (fundoplicatura). Esta cirurgia é usada em pacientes com refluxo biliar, mas é mais bem-sucedida em pacientes com esofagite de refluxo. O objetivo desta cirurgia é aumentar a pressão na extremidade inferior do esofágico para reduzir o refluxo. Segundo a Clínica Mayo, isto é conseguido através do envolvimento e, em seguida, sutura da porção superior do estômago, que se conecta com o fundo da porção inferior do esôfago.

Mudança no estilo de vida

Além de medicamentos e cirurgias, você pode fazer algumas mudanças positivas em sua vida para aliviar seus sintomas. Pare de fumar. Se você fuma cigarros, está aumentando a produção dos ácidos do estômago e contribuindo para secar a saliva que atua protegendo o seu esôfago. Coma refeições menores. Quando você ingere grandes quantidades de alimento, ocorre um aumento de pressão sobre o esfíncter esofágico, fazendo-o abrir na hora errada. Não se deite após as refeições. Atrase os cochilos e o sono por pelo menos duas ou três horas depois de comer. Reduza o consumo de alimentos gordurosos. Refeições que são ricas em gordura causam o relaxamento do esfíncter esofágico, gerando um retardo no processo de digestão. Mudar sua posição na hora de dormir também pode facilitar o alívio dos sintomas. Você vai precisar levantar sua cama cerca de 6 cm na altura da cabeça. Esta inclinação e a força natural da gravidade podem impedir o refluxo. Travesseiros não são geralmente suficientes para criar o ângulo correto. Recomenda-se a compra de um travesseiro de espuma ou o uso de blocos para elevar a posição de dormir.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media