Saúde

Tratando de crianças: remédios para a gripe comum

Escrito por julie christensen | Traduzido por jesse mourao
Tratando de crianças: remédios para a gripe comum

Proporcionar conforto e facilitar o sono de seu filho são duas das coisas mais importantes que você pode fazer para uma criança doente

Jeff Randall/Photodisc/Getty Images

Ainda não foram feitos estudos seguros suficientes (com medicamentos sem prescrição), principalmente para crianças com menos de dois anos de idade. As crianças pequenas metabolizam medicamentos de forma diferente das crianças mais velhas ou adultos, portanto, há o risco de overdose.

— Dra. Tamara Cullen

As crianças sofrem de resfriados mais do que de qualquer outra doença – em média, oito a dez resfriados por ano. Embora geralmente não sejam graves, eles podem causar desconforto e irritabilidade. O resfriado comum é a principal razão pela qual as pessoas faltam ao trabalho e à escola. Em 2008, a Food and Drug Administration (órgão americano semelhante à Anvisa) aconselhou contra o uso de medicamentos sem prescrição médica para crianças com menos de quatro anos de idade. Muitos pais se voltaram para remédios naturais, tais como tratamentos fitoterápicos e homeopáticos. Alguns desses tratamentos têm se mostrado eficazes no alívio de sintomas de resfriado. Outros são ineficazes ou, eventualmente, até mesmo perigosos.

Medicamentos para resfriado: O que você precisa saber

Em outubro de 2008, o FDA emitiu uma declaração desencorajando o uso de medicamentos para resfriado e tosse sem prescrição para crianças menores de quatro anos de idade, mas não chegou a proibi-los por completo. A medida da entidade seguiu os passos voluntários das empresas produtoras de remédios de mudar as bulas para indicar que os produtos não devem ser utilizados por crianças com idade abaixo de quatro anos.

"Ainda não foram feitos estudos seguros suficientes (com medicamentos sem prescrição), principalmente para crianças com menos de dois anos de idade", disse Tamara Cullen, uma médica especialista em medicamentos tradicionais e naturopáticos. "As crianças metabolizam os medicamentos de forma diferente do que as crianças mais velhas ou adultos, portanto, há o risco de overdose".

Os medicamentos para resfriado e tosse sem prescrição tratam apenas os sintomas, não a doença em si, e são, geralmente, ineficazes. Os descongestionantes orais, por exemplo, engrossam o muco, permitindo que as bactérias permaneçam nas membranas nasais, podendo causar infecções no peito, diz o Dr. Jerry Rubin, co-autor de "Naturally Healthy Kids".

Então, o que um pai deve fazer quando uma criança sofre de sintomas de resfriado e tosse? Tente medidas destinadas a confortar a criança e estimular o seu sistema imunológico para acelerar a recuperação.

Remédios naturais

As medidas de conforto reduzem a febre e dores musculares, diminuem o congestionamento e a tosse e ajudam a criança a dormir. Além de remédios naturais, ofereça paracetamol para tratar dores e febre, aconselha Rubin.

Como se vê, a vovó estava certa. Estudos recentes da Academia Americana de Pediatria confirmam que o mel é melhor do que o xarope para tratamento da tosse. Ela recomenda meia colher de chá de mel para crianças de dois a cinco anos e aconselha não dar mel para crianças com menos de um ano.

Para a idade de três meses a um ano, a academia recomenda de uma a três colheres de chá de líquido morno e transparente, como a água ou o sumo de maçã, quatro vezes por dia. Se um bebê abaixo de três meses de idade tiver tosse, a atenção médica é necessária.

Para soltar o congestionamento e reduzir a tosse, coloque a criança em seu colo e incline-se para frente em um ângulo de 30 graus. Dê leves palmadinhas com a mão em forma de concha nas costas dela. Adicione óleos essenciais de lavanda ou eucalipto a um banho morno.

Tente xaropes de Marroio-Branco ou de cascas de cereja para reduzir a tosse ou xarope de sabugueiro para reduzir os sintomas da gripe e estimular o sistema imunológico. Produtos como vaselina, solução salina e creme de calêndula aplicados em narizes inflamados podem minimizar o desconforto, diz Rubin.

Os confortos da comida

Outros estudos confirmam que vovó estava certa em outra questão: remédios antigos, como a sopa de frango e bebidas quentes, ajudam as crianças a se recuperar mais rápido de resfriados.

Um estudo de 2008, realizado pelo Cardiff University’s Common Cold Center (Centro de Resfriado da Universidade de Cardiff), descobriu que uma bebida quente traz alívio imediato de sintomas de resfriado, como dor de garganta, tosse, corrimento nasal, congestão e cansaço. Os líquidos ajudam a manter as vias nasais úmidas, permitindo que o corpo sare mais rapidamente. Junte mel, suco de maçã e um pouco de suco de limão e faça um "chá" calmante e saboroso.

Já os pesquisadores do Nebraska Medical Center, em Omaha, descobriram que canja de galinha tem leves propriedades anti-inflamatórias que podem acelerar a cura. Ela também alivia a congestão nasal e vias aéreas irritadas. O médico Dr. Harley A. Rotbart, professor e vice-presidente de pediatria e doenças infecciosas do Hospital Infantil de Denver, acrescenta um toque humano: "O gosto é ótimo, faz a casa cheirar bem e mostra a seus filhos que você os ama".

As crianças normalmente têm pouco ou nenhum apetite quando estão doentes, por isso não force os alimentos. As infecções reduzem a capacidade do corpo de digerir os alimentos. Evite açúcares, produtos lácteos ou alimentos ricos em gordura, como manteiga de amendoim, alimentos fritos ou comidas pesadas. Em vez disso, ofereça mingau de aveia, maçã, sopa de galinha ou gelatina.

O poder do sono

Outro problema com os medicamentos sem prescrição é que eles mascaram os sintomas. Uma criança pode parecer ter se recuperado depois de tomar um medicamento e até retomar a atividade normal, mas assim que os efeitos do remédio acabarem, a criança parecerá exausta, e esse período de atividade pode até prolongar a doença.

As mães sempre souberam que o sono é o melhor remédio para uma criança doente. Um velho provérbio inglês diz: "O sono é melhor do que a medicina".

"As crianças com resfriados deveriam ser autorizadas pela escola ou creche a ficar em casa para poderem dormir mais um pouco na parte da manhã, tirar um cochilo e evitar os exercícios físicos e mentais da escola", aconselhou o Dr. Rallie McAllister, que também possui mestrado em saúde pública. "Descanso e sono são fundamentais para a cura".

Os sintomas do resfriado geralmente duram de sete a 14 dias e, embora não haja uma cura, esses medicamentos simples e naturais confortarão seu filho e lhe farão sentir-se melhor também. Pegue a receita da vovó para a sopa de galinha, compre e guarde suco de maçã e paracetamol e evite o uso de medicamentos sem prescrição para resfriado e tosse, a menos que o pediatra aconselhe.

Dicas & Advertências

  • Só porque um produto é rotulado como "natural", não significa que ele é seguro. Chás de ervas são leves e geralmente seguros para as crianças, mas tenha cuidado com extratos e outras preparações à base de plantas. Consulte um especialista em ervas certificado para dosagens seguras para as crianças.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media