Como Tratar Altos Níveis de Creatina Cinase

Escrito por nathaniel miller | Traduzido por tiago tostes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como Tratar Altos Níveis de Creatina Cinase
Testes de creatina do sangue servem como indicador de desordens do organismo que ainda não se tornaram evidentes (blood bottles image by Jenny Thompson from Fotolia.com)

A creatina cinase ou fosfocreatina cinase é uma enzima encontrada geralmente nos tecidos de todos os órgãos do corpo humano. Os níveis variam entre 10 a 80 unidades por litro em mulheres e 17 a 150 unidades por litro em homens. Testes de creatina do sangue são feitos em vários laboratórios, não apenas para avaliar o nível de creatina mas porque servem de indicadores para desordens do organismo que ainda não se tornaram evidentes. Por exemplo, baixos níveis de creatina cinase podem revelar a presença de uma doença hepática alcoólica subjacente e uma enfermidade reumática. Um nível anormalmente alto de creatina cinase é um indicativo de dano a qualquer órgão do corpo, especialmente relacionados aos músculos e cérebro.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Dê preferência ao tratamento mais utilizado atualmente para miopatia mediada por estatinas. O procedimento marca um ligeiro aumento do nível de creatina cinase nas primeiras horas seguido por um declínio acentuado.

  2. 2

    Opte pelos beta bloqueadores para o tratamento a longo prazo dos níveis mais elevados de creatina cinase. Esse tratamento funciona melhor quando usado nas fases iniciais do aumento.

  3. 3

    Evite temporariamente a ingestão de medicamentos para diabetes, até que os níveis de creatina cinase atinjam o nível normal.

Dicas & Advertências

  • Também pode haver níveis elevados de creatina cinase no caso de distúrbio neurológico chamado hiper-CK-emia, uma condição que pode ser examinado por um exame neurológico geral.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível