Como tratar o míldio da roseira

Escrito por kay dean | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar o míldio da roseira
Os cuidados às roseiras envolvem o tratamento e a prevenção de míldios (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Faz parte dos cuidados regulares às roseiras o tratamento de míldio. A doença é causada por vários tipos de fungos, e muitos desses míldios são denominados de acordo com a sua aparência. O míldio-farinhento cobre folhas, caules e botões com uma substância branca e farinhosa. O ponto preto provoca esses pontinhos com um halo amarelo nas folhas e galhos das roseiras. O míldio-penugento é um fungo sério que causa pontos marrons e vermelhos que podem ser circundados por um halo amarelo. Se ficar sem tratamento, esses míldios podem enfraquecer e até matar o arbusto da roseira.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Luvas de jardinagem
  • Tesoura de poda
  • Lima ou afiador
  • Alvejante
  • Água
  • Balde
  • Recipiente para lixo
  • Cola doméstica branca
  • Fungicida

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Limpe e afie a tesoura de poda. Remova a poeira das lâminas e afie-as usando uma lima ou afiador de instrumentos. Podar uma roseira com tesoura sem corte pode resultar em rasgos nos galhos e caules em vez de cortes, danificando a roseira.

  2. 2

    Misture uma solução sanitizante com uma parte de alvejante para dez partes de água em um balde limpo. Mergulhe a tesoura nessa solução de alvejante/água.

  3. 3

    Remova todas as partes da roseira afetadas por míldio. Algumas folhas e botões cairão facilmente ao serem tocados, enquanto caules e galhos necessitarão de poda. Faça a poda do galho abaixo da parte infectada. Mergulhe a tesoura na solução de alvejante/água entre os cortes para impedir a disseminação de míldio para outras partes do arbusto ou para outras plantas.

  4. 4

    Faça a seladura dos galhos cortados da roseira com cola doméstica branca para evitar que insetos ataquem a roseira através do local podado. Pingue a cola ou unte com ela as bordas cortadas dos galhos, cobrindo completamente a superfície.

  5. 5

    Limpe os leitos das roseiras dos restos da poda; isto reduz a chance de crescimento de insetos e fungos. Coloque em um saco todos os restos e resíduos do corte e jogue no lixo. Não adicione uma pilha de compostagem, pois muitos esporos fúngicos podem sobreviver nela.

  6. 6

    Trate a roseira podada com um fungicida orgânico ou químico. Aplique todos os fungicidas de manhã, quando o vento está mais baixo e há tempo suficiente para um fungicida líquido secar antes do entardecer.

  7. 7

    Reduza a possibilidade de uma nova infestação durante toda a estação de crescimento. Mantenha a terra embaixo da roseira limpa de folhas e florescências caídas. Faça aplicações regulares de fungicida, segundo as instruções do recipiente.

Dicas & Advertências

  • Ao adquirir novas roseiras, selecione os arbustos livres de doenças.
  • Trate o arbusto da roseira ao primeiro sinal de míldio. Se ficar sem tratamento, o fungo geralmente se espalhará para outras plantas.
  • Use luvas e roupas de proteção ao manusear produtos químicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível