Mais
×

Como tratar a obstrução intestinal canina

Atualizado em 19 julho, 2017

A obstrução intestinal canina é uma condição de emergência e requer o tratamento veterinário imediato. Ela é muitas vezes causada pela ingestão ingerir de um objeto estranho, como corda, plástico ou meia-calça, de acordo com o Merck Veterinary Manual, mas os ossos de galinha e alguns brinquedos de mastigação também podem causar a condição. Além disso, hérnias, parasitas, tumores e o desalinhamento ou torção do intestino são potenciais causas de obstrução intestinal parcial ou completa. As obstruções intestinais causam o estrangulamento e a incapacidade de recepção do fluxo sanguíneo no trato intestinal. As toxinas e as bactérias se acumulam nas porções paradas dos intestinos. A ruptura da parede intestinal e a necrose ocorrem frequentemente se a condição permanecer sem tratamento.

Instruções

Os cães que comem objetos estranhos são mais propensos a desenvolver uma obstrução intestinal (the dog image by hupper from Fotolia.com)
  1. Reconheça os sinais e os sintomas da obstrução. A condição provoca vômitos e diarreia, que podem conter sangue, anorexia e fraqueza. Os cães com obstrução intestinal também sentem dor e distensão abdominal e podem entrar em choque.

  2. Ligue para seu veterinário imediatamente. Caso o seu cão tenha os sintomas da obstrução intestinal ou mostre sinais da presença de uma doença grave, leve-o ao veterinário ou em uma clínica veterinária de emergência. O profissional pode recomendar que você restrinja todos os alimentos para o seu cão até o diagnóstico.

  3. Responda às perguntas do médico veterinário acerca dos hábitos alimentares ou das tendências à ingestão de objetos estranhos do seu cão tão completamente quanto possível. As informações que você pode fornecer reduzem o tempo que o veterinário levará para diagnosticar uma possível obstrução.

  4. Examine a boca, o estômago e o reto. O veterinário verificará a boca do seu cão para a evidência de objetos estranhos, como cordas, e apalpará o abdômen, para verificar a presença de uma distensão, dor ou de alças intestinais espessadas. O reto é verificado a procura de sinais de sangue ou diarreia, de acordo com o Merck Veterinary Manual.

  5. Tire radiografias do trato intestinal do seu cão. As radiografias podem revelar a obstrução, a presença de objetos estranhos, o líquido acumulado, gases e massas. Um ultrassom pode também ser necessário para localizar a obstrução e determinar o tipo e gravidade.

  6. Verifique o sangue em busca de um possível desequilíbrio eletrolítico. O veterinário pode recomendar um exame de sangue completo, para medir os níveis de potássio e sódio, bem como os níveis de ferro no sangue do seu cão. As obstruções intestinais podem causar desequilíbrios perigosos desses minerais.

  7. Aspire o abdômen. Se o veterinário observa a presença de fluidos nas radiografias abdominais ou no ultrassom, ele pode aspirar o estômago para coletar o fluido para análise.

  8. Realize uma endoscopia para retirar o objeto estranho. Dependendo da causa e da localização da obstrução, o veterinário pode não ser capaz de realizar esse procedimento.

  9. Remova a obstrução cirurgicamente. Esse procedimento, conhecido como laparotomia, envolve uma abertura cirúrgica da cavidade abdominal por um veterinário para localizar e reparar a obstrução.

Dicas

  • Informe o veterinário de todos os brinquedos de mastigação e tratamentos que você dá ao seu cão. Os tratamentos com comprimidos vegetais de mastigação podem causar problemas de obstrução, de acordo com a University of Illinois College of Veterinary Medicine.
  • Um hospital veterinário local de emergência pode ser mais propenso a ter todo o equipamento de diagnóstico necessário para diagnosticar essa condição do que uma pequena clínica veterinária. Após a cirurgia, siga as instruções dadas cuidadosamente. Seu cão precisa comer alimentos leves e ter o exercício limitado durante a recuperação, de acordo com PetMD.com.

Aviso

  • A obstrução intestinal é uma condição extremamente grave, com risco de morte e deve ser tratada imediatamente.
  • Infelizmente, alguns cães podem não sobreviver a uma obstrução intestinal, mesmo com a cirurgia.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article