Como tratar uma picada de ouriço-do-mar

Escrito por robin odach | Traduzido por dimitrios meimaridis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar uma picada de ouriço-do-mar
O contato com um ouriço-do-mar pode ser algo muito doloroso (sea-urchin image by Piter Pkruger from Fotolia.com)

Os ouriços-do-mar são criaturas redondas e espinhosas que habitam os oceanos em todo o mundo e podem causar muita dor se for acidentalmente tocado ou pisado. Os espinhos incorporam-se na carne, o que provoca dor e infecções, além de inchaço das juntas. O tratamento inicia-se com a remoção mais rápida possível dos fragmentos do espinho.

Outras pessoas estão lendo

Compressas com água quente

Para o alívio da dor e do inchaço, o Dr. Ern Campbell, do site Scubadoc's Diving Medicine Online, recomenda molhar o ferimento com água quente por um período de 60 a 90 minutos. A mancha preta deixada sobre a pele é apenas pigmento, mas o espinho em si precisa ser removido para evitar que ele se mova em torno do tecido.

Cera quente

A dor ardente deve desaparecer dentro de 48 horas se não houver nenhum pedaço do espinho na pele. Se existirem fragmentos na ferida, tente removê-los com uma pinça. O Dr. Scott Moses, autor de "The Family Practice Notebook" (Caderno de Práticas da Família, em tradução livre), explica que um remédio histórico exige que a ferida seja preenchida com cera quente, tomando cuidado para não queimar a pele. Quando a cera estiver esfriado, pode retirá-la; é esperado que os fragmentos do espinho saiam junto.

Aplicação de amônia

Se o método com cera não funcionar, os espinhos podem se dissolver em uma solução de amônia. Os médicos da New Zealand Dermatological Society (Sociedade Dermatológica da Nova Zelândia) concordam com o Dr. Moses sobre esse tratamento, apesar de acrescentarem que a maioria dos espinhos de ouriço-do-mar são expelidos por conta própria dentro de algumas semanas.

Compressa com vinagre

O site Merk Manuals recomenda usar vinagre para dissolver os espinhos superficiais. Ele afirma que a imersão do local da ferida em vinagre várias vezes por dia, além de envolver a ferida em compressas desta substância, ajuda a dissolver os espinhos.

Remoção cirúrgica

Os espinhos que migrarem do local de origem e moverem-se para os tecidos mais profundos podem exigir uma remoção cirúrgica, embora isso não seja comum. O Merk Manuals aconselha que se a dor e o inchaço continuarem após um período de cinco a sete dias, os médicos devem desconfiar que a infecção começou ou que ainda há um fragmento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível