Três crenças do Judaísmo

Escrito por maryellen o'brien | Traduzido por samantha g. silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Três crenças do Judaísmo
Uma garota, em seu Bat Mitzvá, lê as escrituras no templo (Comstock/Comstock/Getty Images)

Ser membro da fé judaica, o Judaísmo, significa adotar algumas crenças básicas em comum com demais seguidores desta vasta religião, mas não há requisitos dogmáticos encontrados em outras doutrinas. No Judaísmo, não há uma autoridade central, mas sim diferentes congregações, incluindo ortodoxa, reformada, conservativa, liberal e até mesmo um segmento místico conhecido por seus estudos da Cabala. Todas elas, no entanto, possuem características em comum, como o monoteísmo, o Torá e a obrigação da prece.

Outras pessoas estão lendo

O Judaísmo é uma fé monoteísta

Considerar-se um membro da fé judaica significa adotar o monoteísmo. A crença é comum a todas as congregações do Judaísmo e admite a existência de apenas um Deus, o criador de toda a terra e forma de vida. A afirmação central desta fé, conhecida por todo o mundo e através da história da religião, baseia-se no Shemá Israel, do Deuteronômio 6:4 das escrituras hebraicas. Ele diz: "Ouça Ó Israel, o Senhor de nosso Deus, o Senhor é único". É uma oração de benção feita pela manhã e à tarde, também usada durante os serviços de prece. Os seguidores são recordados diariamente da existência de apenas um Deus.

Três crenças do Judaísmo
A estrela de Davi é um símbolo do Judaísmo (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Código moral e espiritual do Torá

Ler o Torá e viver segundo seu código moral e espiritual é a segunda constante entre as diversas expressões do Judaísmo, embora as interpretações possam variar. Para os que seguem a fé judaica, a origem da vida encontra-se nesse livro sagrado. Ele representa o código de vida mais famoso da história da humanidade, conhecido como os Dez Mandamentos, as leis da vida correta e justa entregues a Moisés no Monte Sinai. Essas diretrizes são reveladas no Livro do Êxodo, capítulo 20, base para o Judaísmo. O primeiro mandamento enfatiza a existência de apenas um Deus na referida religião: "Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei do Egito, dessa terra de escravidão. Não terás outros deuses perante Mim".

Três crenças do Judaísmo
Moisés recebe os Dez Mandamentos das mãos de Deus (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A obrigação judaica de orar

A crença na prece e obrigação de orar é a terceira característica central do Judaísmo. Na fé judaica, a vida deve ser um caminho de oração, portanto, ao levantar pela manhã e ao deitar à noite, o devoto deve oferecer preces sinceras de agradecimento e louvor a Deus. Nesta religião, as refeições são sempre celebradas com a lembrança de que o fruto da terra é um presente a ser recebido com gratidão. Para os judeus, a oração é um hábito que constrói continuamente a consciência do divino e permite que a vida seja vivida com integridade e apreciação.

Três crenças do Judaísmo
O Muro das Lamentações, em Jerusalém, é um local sagrado de orações para todos os judeus (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Oportunidades educacionais

A prática do Judaísmo pode variar imensamente em interpretação e requisitos. Você pode explorar os diferentes ramos da religião em páginas específicas da internet ou através de aulas em centros especializados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível