Três tipos de mulheres na Bíblia

Escrito por cynthia tucker | Traduzido por samuel silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Três tipos de mulheres na Bíblia
Maria, mãe de Jesus, era uma mulher fiel na Bíblia (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Durante os tempos bíblicos, os homens viam as mulheres como insignificantes. Por conta disso, seus papéis eram limitados. Era um mundo de homens, e os homens eram o foco. No entanto, apesar dessa visão cultural das mulheres, a Bíblia tem muito a dizer sobre elas. Elas muitas vezes transcenderam as suas limitações culturais e deram um passo para a ribalta. Algumas mulheres foram louváveis e outras não o foram, no entanto, os leitores podem aprender muito com a maneira como os tipos de mulheres na Bíblia são retratados.

Outras pessoas estão lendo

Patriarcal

De acordo com o "Easton’s Bible Dictionary", o termo "patriarca" designa o chefe da família. A Bíblia usa o termo de uma maneira especial para se referir aos pais da fé: Abraão, Isaac e Jacob. As mulheres patriarcais são as esposas dos patriarcas. Nenhuma delas era perfeita. A esposa de Abraão, Sara, riu quando Deus prometeu que ela teria um filho na sua velhice. A esposa de Isaac, Rebeca, conspirou com seu filho Jacó para roubar a benção de seu irmão, Esaú. As esposas de Jacó, Raquel e Lia, disputavam seus afetos. Apesar de suas falhas, a Bíblia as considera mulheres de Deus que desempenharam um papel crucial na história bíblica.

Fiel

As mulheres fiéis da Bíblia desempenharam muitos papéis. Elas eram profetisas, rainhas, líderes da igreja ou simplesmente servas fiéis. No tempo dos juízes, a profetisa Débora levou Israel à vitória contra o exército cananeu. A rainha Ester arriscou sua vida para salvar seu povo. Priscila foi uma professora e um colaboradora próximo de Paulo. Outras mulheres fiéis notáveis ​​incluem Elizabete, mãe de João, o Batista; Rute, a esposa de Boaz e bisavó de Davi; Ana, mãe de Samuel; Maria, mãe de Jesus; Maria e Marta, as irmãs que abriram sua casa para Jesus; e Maria Madalena, a primeira a ver Jesus depois da sua ressurreição.

Algumas mulheres não seguiram ou reconheceram a Deus. Elas tentaram frustrar o plano de Deus para o Seu povo, e a Bíblia considera essas mulheres como más. Dalila era uma prostituta que entregou Sansão aos filisteus. A esposa de Jó aconselhou-o a amaldiçoar a Deus e morrer, quando ele sofreu várias calamidades e doenças. A mulher de Potifar acusou José de atacá-la quando ele não havia cedido às suas exigências amorosas. A rainha Jezabel, esposa do rei Acabe, apresentou ele e Israel a adoração a Baal e matou os profetas de Deus no processo. Atalia, filha de Jezabel, matou seus netos e tornou-se a rainha. Herodias, a mulher de Herodes, conspirou para para incentivar o marido a matar João, o Batista.

Origens

Gênesis descreve a criação da mulher depois que Deus colocou Adão no Jardim do Éden. Quando Adão deu nome aos animais, ele descobriu que não eram comparáveis ​​com ele, e se sentiu sozinho. Deus decidiu fazer para Adão uma "auxiliadora idônea". Gênesis 02:21 registra como Deus fez Adão dormir e criou Eva da costela dele. Eva tem a reputação infeliz de ser a primeira a comer o fruto proibido. No entanto, Adão comeu alguns, também, e ambos compartilharam a culpa. Eva tornou-se a mãe de todas as pessoas. Ela serve como um exemplo de mulheres que são falhas, mas ainda amadas e valorizadas por Deus.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível