Como tricotar um chapéu com protetores de orelha

Escrito por catherine m. albano | Traduzido por ellen zanelato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tricotar um chapéu com protetores de orelha
Tricotar protetores de orelha redondos demanda que você aumente o número de pontos em cada linha (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Chapéus com protetores de orelha são gorros de lã geralmente divertidos e coloridos usados por crianças e universitários descolados, que fazem a moda e mantêm as orelhas quentes no inverno. Inspirados no estilo "chullo" sul-americano, os gorros podem ser básicos -- inteiros de uma cor só -- ou enfeitados com padrões multicoloridos, pompons e franjas. Esse guia dá instruções para fazer um gorro básico com protetores de orelha redondos.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • 2 novelos de lã de fio pesado
  • Agulhas de tricô padrão, tamanho 8
  • Suporte de ponto
  • Agulhas de tricô circulares de 40,5 cm, tamanho 8
  • Marcador de ponto
  • Tesoura
  • Agulha para remendar

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Faça sete pontos usando uma agulha de tricô padrão, tomando cuidado para não dar pontos muito unidos, prevenindo o enrugamento. Isso inicia o primeiro protetor de orelha.

  2. 2

    Vire. Tricote um ponto reverso até que haja apenas um ponto sobrando na linha, então tricote o último ponto. Vire de novo e tricote o primeiro ponto. Dê o próximo ponto pela frente e trás do ponto seguinte. Tricote o restante da linha até que haja apenas dois pontos para o fim. Tricote pela frente e trás do próximo ponto e depois tricote o último ponto. Tricotando pela frente e por trás de um ponto você aumentará o número de pontos em uma fileira. A linha agora tem nove pontos.

  3. 3

    Tricote o primeiro ponto da próxima fileira. Inverta o ponto de trás do próximo ponto e depois pela frente. Inverta o ponto até que haja dois pontos na linha e aumente o número de pontos invertendo pela frente e trás do ponto seguinte. Tricote o último da linha. Ela agora contém 11 pontos.

  4. 4

    Repita os passos 2 e 3 até que haja 19 pontos na fileira. Tricote cada ponto na próxima fileira. Vire e tricote um ponto e inverta até que haja apenas um ponto na linha e então tricote o último. Repita essas duas linhas até que a peça meça quase 9 cm do começo à borda. Coloque os pontos em um suporte para pontos. Faça o segundo protetor de orelha repetindo do passo 1 ao 4, mas mantenha os pontos na agulha.

  5. 5

    Faça sete pontos usando agulhas circulares. Com a agulha que está segurando o segundo protetor na sua mão esquerda e a agulha com os sete pontos que acabaram de ser feitos na sua mão direita, tricote os pontos do protetor nos da agulha circular. Faça 18 pontos para começar a frente do chapéu.

  6. 6

    Transfira o primeiro protetor de orelha do suporte de ponto para a agulha circular na esquerda. Tricote os 19 pontos do protetor e faça mais oito. Coloque o marcador de ponto e junte o último ponto que foi tricotado ao primeiro, tomando cuidado de não torcer os pontos. Agora há 72 pontos na agulha. Tricote até que a peça meça aproximadamente 11,5 cm a partir da borda do chapéu ou a mais ou menos 20,5 cm do começo dos protetores.

  7. 7

    Crie a coroa do gorro decrescendo os pontos como segue: tricote oito pontos, depois tricote dois ponto unidos. Repita essa sequência por toda a fileira. Tricote a próxima fileira. Tricote sete pontos e depois dois unidos. Repita essa sequência até o final da fileira e faça também a próxima. Para a próxima linha decrescente, faça seis pontos e dois unidos, repetindo a sequência até o final da linha. Continue decrescendo tricotando sempre um ponto a menos antes de tricotar os dois unidos para cada linha decrescente e então tricote uma linha completa até que haja 35 pontos na agulha. Agora vá para todas as linhas de decrescência até que haja sete pontos na agulha.

  8. 8

    Corte a lã, deixando uma parte de 15,3 cm solta. Use a agulha de remendar para puxar e juntar os pontos que sobraram e trance o final solto. Trance também em quaisquer outras extremidades que estejam soltas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível