Como a trigonometria é usada na música?

Escrito por wanda thibodeaux | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os sons que ouvimos todos os dias, incluindo a música, alcançam nossos ouvidos como ondas sonoras. Essas ondas sonoras viajam pelo ar em diferentes ângulos a partir da fonte original de som. O som então rebate no que quer que esteja próximo, como pessoas ou paredes de uma sala de concerto. Se um edifício for desenhado de modo que o som não reflita para o ouvido do ouvinte, então a música pode ser difícil de escutar ou pode soar desequilibrada. Engenheiros usam a trigonometria para descobrir os ângulos das ondas sonoras e como desenhar uma sala ou auditório para que as ondas reflitam para o ouvinte de uma maneira equilibrada e direta. Produtores de estúdio ou gerentes de salas de concerto às vezes instalam painéis pendurados no teto – esses painéis podem ser ajustados em ângulos específicos para fazerem as ondas sonoras rebaterem corretamente.

Outras pessoas estão lendo

Produção

Produtores em estúdios têm a tarefa de fazer com que uma gravação musical soe equilibrada e contam com diferentes programas de computador para fazer isso. Os produtores podem ver as ondas de som que foram gravadas como diferentes tipo de gráficos. Esses gráficos são produzidos conforme o programa usa equações trigonométricas para calcular rapidamente de que forma o gráfico deve aparecer, com base em pontos individuais – a onda senoidal da voz de um cantor, por exemplo, pode ser visualizada por este processo. O visual dos gráficos pode então ajudar o produtor a ajustar coisas como volume e equilíbrio, por exemplo.

Harmônicos

Cada nota (tom) na música é determinado pelo tamanho de sua onda senoidal — ou seja, é determinado por sua frequência. Notas com ondas mais amplas são mais graves e têm menos ciclos por segundo, enquanto que notas que têm ondas senoidais estreitas são mais agudas e possuem mais ciclos por segundo. Os músicos podem modificar seus timbres manipulando as ondas senoidais produzidas. Por exemplo, se um músico toca uma nota com uma frequência de 512 Hz, então um harmônico ou parcial é produzido acima dela em 1024 Hz e você pode ouvir uma nota base com a mesma nota uma oitava acima. Violinistas frequentemente usam seus conhecimentos de harmônicos, e a afinação está relacionada ao modo como as frequências de base e os harmônicos interagem.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível