Truques para o proxy Squid

Escrito por chad anderson | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Truques para o proxy Squid
Um cachê permite economizar largura de banda e aumentar a velocidade do acesso à internet (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O Squid é um web proxy pensado para otimizar a conexão com a internet, por meio do armazenamento em cachê das páginas acessadas comumente. É usado pelos maiores fornecedores de serviços da Internet para oferecer aos clientes um acesso rápido. Além da aceleração, o Squid também pode ser usado para restringir o acesso ao conteúdo. Mesmo que o Squid já esteja otimizado para um bom desempenho, há alguns truques que você pode usar para melhorá-lo ainda mais.

Outras pessoas estão lendo

Montar diretórios separados

Para melhorar o desempenho do diretório de cachê do Squid, você pode montá-lo, além dos diretórios /var e /log, em discos separados. Tendo os diretórios em discos físicos múltiplos, você pode distribuir a carga de trabalho, e isso não só melhorará a vida útil deles, mas também aumentará a velocidade do servidor.

Reconfiguração imediata sem reiniciar o serviço

Você pode aplicar quaisquer alterações à configuração do servidor de cachê Squid imediatamente, sem ter que reiniciar o processo. Use o comando "squid -k reconf" após fazer alterações ao arquivo squid.conf para aplicá-las.

Configurar o Squid para usar a máxima quantidade de memória

Se você estiver usando um servidor de alto desempenho com muita memória, você poderá aumentar significativamente o desempenho do Squid configurando-o para usar a maior quantidade de memória possível. Adicione as linhas "memory_pools on" e "memory_pools_limit 2048 MB" ao seu arquivo squid.conf e execute o comando "squid -k reconf" para aplicar as alterações e permitir ao Squid usar tanta memória quanto for possível.

Usar ACL para bloquear mais do que sites da web

Você pode usar o Squid para negar o download ou upload de certos tipos de arquivos, tipos MIME ou arquivos em geral. Isso é útil se você quiser proibir os usuários baixar arquivos torrent ou MP3 a partir de sites ilegais, acessar o YouTube ou sites similares de vídeo em flash, ou subir arquivos para contas de e-mail pessoais. Você pode estabelecer regras de controle de acesso no arquivo squid.conf. Elas são muito mais dinâmicas e extensíveis do que o bloqueio simples de endereços e oferecem mais controle, se configuradas corretamente, do que o bloqueio simples de um intervalo de endereços web.

Usar o Squidclient para verificar o Squid

Se você estiver acessando o Squid pelo localhost, poderá fazer solicitações de "cache_object". Isso é feito usando o comando "squidclient" desde o console e fornecendo um URL, como por exemplo "cache_object://localhost/info", para mostrar informação sobre o seu servidor. Com isso, você poderá obter uma visão geral sobre o Squid e sua operação.

Configuração da GUI (interface gráfica)

A popular ferramenta de administração da web em Linux, "Webmin", oferece um plugin para os administradores do cachê Squid. O plugin permite simplificar o desenvolvimento rápido de listas de acesso e reconfigurar o servidor a partir de um navegador da web. O "ViSolve" também oferece uma solução GUI para configurar o servidor com Squid, chamado "ViCache+Filter". A ferramenta ViSolve também possui um medidor da quantidade de largura de banda economizada graças ao seu servidor, o qual pode ser útil para mostrar resultados tangíveis e visuais sobre o cachê Squid.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível