Mais
×

Tudo sobre o Carnaval de Salvador

Sidney Rocharte/ SecultBA|Fotos Públicas

Introdução

Uma das festas mais populares do Brasil é, sem dúvida, o Carnaval de Salvador. Nas ruas da capital baiana, todos se encontram para celebrar uma das datas mais importantes do calendário de festas nacional. O Carnaval de rua de Salvador, que traz mais de 2 milhões de pessoas para a cidade, já foi considerado o maior do mundo. Conheça agora as principais características dessa festa que não tem hora para acabar.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Mateus Pereira/AGECOM) Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0)

Os circuitos

O Carnaval em Salvador é tradicionalmente dividido em três grandes circuitos, por onde passam os blocos em seus monumentais trios-elétricos. O cricuito Dodô passa pelos bairros Barra e Ondina. O circuito Osmar vai de Campo Grande à tradicional Avenida Sete de Setembro. E o circuito Batatinha fica na região do Centro Histórico de Salvador. Os nomes dos circuitos são uma homenagem a Adolfo Dodô Nascimento e Osmar Álvares Macêdo, que em 1950 resolveram sair pelas ruas com um carro para tocar suas músicas. Foi quando nasceu o trio elétrico.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Mateus Pereira/AGECOM) Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.0 Genérica (CC BY-NC-SA 2.0)

Explosão de alegria

Os grandes caminhões cheios de potentes caixas de som, luzes exuberantes e estrelas do axé estão sempre presentes no Carnaval baiano. Os trios elétricos ficam dando voltas na rua para dar uma injeção de ânimo na festa dos foliões. Entre os que sempre se apresentam em cima dos carros, estão Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Cláudia Leitte, Chiclete com Banana e Asa de Águia. Sem contar tradicionais blocos carnavalescos como o Olodum, os Filhos de Gandhy e a Timbalada.

Flickr Fotos GOVBA

A influência africana

A influência africana, presente em muitos aspectos da cultura baiana, está bastante presente também no Carnaval. Os blocos afro, com seus tambores que reproduzem o som dos afoxés, marcam a diversidade de ritmos, estilos e manifestações artísticas que animam a festa.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Manu Dias/Secom) Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.0 Genérica (CC BY-NC-SA 2.0)

A Cidade do Carnaval

Além da festa de rua, outro destaque da festa soteropolitana é a Cidade do Carnaval. Projetada para suprir as necessidades dos milhares de foliões que vão a Salvador, a Cidade do Carnaval é um complexo de arquibancadas, camarotes, passarelas de desfiles que possuem toda a infraestrutura necessária para os foliões. Ali, é possível encontrar postos médicos e policiais, postos de informação e banheiros.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Mateus Pereira/AGECOM) Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0)

Números do Carnaval

Os números do Carnaval da capital baiana impressionam. Ao todo, cerca de 2 milhões de pessoas passam por Salvador nos dias de Carnaval. Por essa razão, a economia local se aquece como em nenhuma outra época do ano: a festa costuma gerar mais de 200 mil empregos temporários na cidade.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Carol Garcia / SECOM) Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0) Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.0 Genérica (CC BY-NC-SA 2.0)

Cuidados com a segurança

Embora a alegria tome conta do Carnaval na maior parte do tempo, ocorrências policiais costumam acontecer. Um balanço divulgado pela prefeitura mostra que em 2012 foram registrados 1.029 delitos. A maior parte decorrente de furto. Embora a prefeitura tenha anunciado um aumento no número de guardas e policiais, a regra permanece a mesma: fique sempre atento.

Flickr Ministério do Turismo

Passeios imperdíveis

Além das festas nos blocos de Carnaval, você pode aproveitar a viagem à capital baiana para realizar passeios imperdíveis pela cidade. O Pelourinho e o Centro Histórico são dois lugares que você já vai conhecer se estiver no meio da festa. Aproveite para dar um pulo no Solar do Unhão, um passeio que reúne arte, história e natureza. Trata-se de um conjunto arquitetônico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional que abriga um museu, um parque de esculturas e uma capela. E conheça também as feiras à céu aberto, outro passeio imperdível.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Roberto Viana/AGECOM) Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0)

Polos alternativos

Além dos circuitos principais, outra atração do Carnaval de Salvador são os polos alternativos. Ao redor do grande epicentro da festa momesca, os blocos alternativos se espalham pelos bairros Plataforma, Cajazeiras, Piatã, Itapuã, Liberdade, Periperi, entre outros. As festas nos bairros são uma alternativa ao megas shows que tomam conta dos circuitos no centro da cidade.

Flickr: Fotos Gov/Ba (Mateus Pereira/AGECOM)

Os principais grupos

Entre as centenas de artistas que se apresentam na semana do Carnaval de Salvador, a preferência do público ainda está nos hits de sucesso de cantoras, como Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Cláudia Leitte. Além das divas do Carnaval, as bandas mais procuradas são Chiclete com Banana e Asa de Águia, sucesso absoluto há décadas em Salvador. Já para quem prefere curtir a festa com os típicos blocos carnavalescos, uma boa pedida é ir ao show do Olodum e da Timbalada, sem contar os novos artistas que se apresentam nos circuitos alternativos da cidade.

Flickr Fotos GOVBA

Abadás

Os preços do Carnaval soteropolitano são muito variados. De R$ 200 para um dia de show na pista a pacotes que chegam aos R$ 5.000. Os camarotes se diferenciam da pista por uma série de serviços exclusivos que variam dependendo do quanto o folião quiser pagar. A diferença entre pista e camarote se dá pelo ingresso, pulseira e pelo abadá. As cores das camisetas variam dependendo do tipo de pista e camarote. Agora, uma coisa é certa, uma vez em um dos maiores Carnavais do mundo, você tem é que curtir!