TVs HD de 120Hz ou 480Hz

Escrito por andy josiah | Traduzido por aline fernandes martins
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
TVs HD de 120Hz ou 480Hz
Taxas de atualização podem trazer benefícios e problemas (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

As frequências 120Hz e 480Hz representam as taxas de atualização para televisões de alta definição: mais especificamente, modelos de telas de cristal líquido. A taxa de atualização - que é muito importante para TVs de LCD - é definida como a velocidade na qual a TV HD pode mostrar um frame de imagens após o outro. A taxa de 480Hz é mais rápida do que a de 120Hz. No entanto, a de esta é considerada aceitável para TVs LCD, enquanto a de 480 Hz pose ser exagerada.

Outras pessoas estão lendo

Plano de fundo

As taxas de atualização tornaram-se muito importantes com o início das TVs HD, especialmente TVs de LCD, assim chamadas porque usam cristais de luz para produzir imagens em seus monitores eletrônicos de tela plana. As primeiras TVs LCD tendiam a sofrer um borrão de movimento - estrias deixadas por imagens em movimento na tela. Isso ocorre quando a taxa de atualização do aparelho é incapaz de acompanhar o movimento. Em 2007, 60Hz se tornou a taxa de atualização padrão para muitas TVs HD, que visavam se livrar do borrão de movimento e também suavizar as imagens exibidas.

Velocidade

Por volta de 2009, alguns fabricantes de TV HD estavam começando a usar uma taxa de atualização de 120Hz. Medido em Hertz, o número representa o número de vezes que a TV pode mudar de uma imagem para a outra em um segundo. Assim, uma TV HD com uma taxa de atualização de 120Hz pode "atualizar", ou mudar, seus quadros 120 vezes por segundo. Por volta de 2011, no entanto, algumas televisões começaram a usar 480Hz, o que significa que elas podem atualizar quadros com quatro vezes mais eficiência do que as de 120Hz.

Tecnologia

Alguns fabricantes de TVs HD começaram a combinar a taxa de atualização com a tecnologia de processamento de vídeo para reprodução de filmes ou conteúdo parecidos com filme e dar à tecnologia um nome de marca. Por exemplo, a Sony chama isso de Motionflow e a usa para a sua linha de TVs LCD Bravia. O Motionflow foi introduzido com uma taxa de atualização de 120Hz. No entanto, no momento da publicação deste artigo, as TVs Bravia usavam Motionflow XR 480, por causa de sua taxa de atualização de 480Hz. A combinação é destinada a reduzir ou eliminar a trepidação, que é o efeito de vibração que a TV faz durante o processamento de vídeo, ou a conversão de filme para vídeo.

Exagero

O problema com as maiores taxas de atualização - mais para 480Hz do que 120Hz - é que elas podem criar imagens que são tão suaves que dão uma sensação visual nada natural às imagens. Isso porque ela vai além dos padrões de eficiência do material de origem. Por exemplo, os filmes geralmente são produzidos com cerca de 24 quadros por segundo e só vão até 60fps (quadros por segundo, em inglês). Além disso, alguns fabricantes, como a Vizio, mantêm os 60Hz, que é o suficiente para resolver problemas de borrão de movimento. Especialistas como David Carnoy, da CNET, recomenda TVs com taxas de 120Hz e 480Hz para reduzir a trepidação (um efeito sutil que é mais notado durante efeitos panorâmicos e outros movimentos de câmeras com 24fps, como a maioria dos filmes e programas de TV na rede). Isso apenas para o borrão de movimento, caso contrário existe uma opção embutida para desativá-los.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível