Últimos estágios do Alzheimer

Escrito por julie hampton | Traduzido por noeli p. rubio
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Últimos estágios do  Alzheimer
A qualidade de vida e dignidade são o foco da atenção (Jochen Sand/Digital Vision/Getty Images)

A maioria das pessoas com a doença de Alzheimer morrem dentro de quatro a seis anos desde o diagnóstico, ainda que a duração da doença varie entre três a 20 anos. A Alzheimer's Association relata que os estágios finais da doença de Alzheimer continuam desde várias semanas a vários anos, e cada pessoa reage ao processo da doença de forma diferente. A qualidade de vida e dignidade são o foco da atenção. Durante os estágios finais da doença cerebral, o paciente está completamente dependente de cuidadores para todas as necessidades, incluindo alimentação, higiene pessoal e até mesmo mudar de posição na cama. As três últimas etapas da doença compreendem o severo declínio cognitivo e a progressão ao fim da vida.

Outras pessoas estão lendo

Estágio tardio do Alzheimer

A pessoa tem grandes lapsos na memória e uma amplia assistência é necessária para as atividades da vida diária, segundo a Alzheimer's Association. A pessoa faz perguntas repetitivas ou é incapaz de acompanhar uma conversa. Ela é muitas vezes capaz de ir ao banheiro por si mesma com assistência, embora avisos e lembretes sejam necessários em períodos de incontinência do intestino e da bexiga que podem ocorrer com maior frequência. A pessoa pode ter problemas de mobilidade, incluindo tremores e rigidez que podem causar quedas e fraturas ósseas. Mudanças de personalidade e comportamento são mais frequentes, incluindo aumento da ansiedade, delírios e alucinações.

Fase tardia severa do Alzheimer

Os estágios mais avançados da doença duram entre um e três anos. A pessoa está confusa com o passado e presente, e não reconhece mais os familiares ou até a si mesma quando se olha no espelho. Ela está totalmente atada à cama e dependente dos outros para todos os cuidados. Problemas com a mastigação e deglutição surgem, e a maioria dos pacientes deve ser alimentada ou deve usar aparelhos especiais de apoio quando comem. Pneumonia, infecções no canal urinário e quedas são complicações comuns, de acordo com a Mayo Clinic, e muitas vezes são a causa de morte das vítimas de Alzheimer. Os músculos tornam-se rígidos e contraídos, e a maioria das pessoas perde a capacidade de sorrir. A capacidade de se comunicar é severamente limitada. A pessoa pode já não ser capaz de falar e pode regredir de volta à infância e fazer grunhidos ou sons infantis.

Estágio final da vida

O conforto e alívio são o foco principal durante o final de fase da vida, que é quando os sistemas do corpo começam a falhar. Compreender o processo de morrer não é fácil, mas saber o que esperar durante os dias finais de um ente querido pode tornar o processo mais fácil, sugere a Clínica Mayo. Como o luto do Alzheimer é um processo lento, devido ao fato de que a doença se estende por vários anos, muitos entes queridos são capazes de lidar melhor com a ideia de um ente querido morrer, de acordo com Helpguide.com. O processo da morte dura de alguns dias a várias semanas. Garantir ao ente querido que está tudo bem ao morrer ajuda tanto o paciente quanto o cuidador. O paciente pode chegar a deixar de beber e comer, e muitas vezes medidas de conforto são colocadas em prática. Os pacientes podem morrer com tranquilidade ou, às vezes, lutar contra a morte. Criar um entorno amoroso para um ente querido através de música, fotos e de ler em voz alta cria uma atmosfera pacífica e calma.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível