O que são upsampling e downsampling no Photoshop?

Escrito por tony allevato | Traduzido por daniel ranieri negri
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que são upsampling e downsampling no Photoshop?
Upsampling e Downsampling são métodos usados para ampliar ou reduzir imagens digitais (magnify the needles image by timur1970 from Fotolia.com)

Upsampling (aumento de resolução) e downsampling (redução de resolução) são dois exemplos específicos de um processo de imagem conhecido como "redimensionamento". Quando você faz uma imagem maior ou menor em resolução ou dimensões, o Photoshop deve criar uma nova amostra da imagem para determinar como preencher os novos pixels criados entre os originais (quando ampliada) ou qual dos pixeis originais devem ser mantidos e quais devem ser descartados (quando reduzido o tamanho).

Outras pessoas estão lendo

Plano de fundo

Quando você fotografa uma cena natural usando uma câmera digital, a câmera deve converter aquela cena em uma grade discreta de pixeis. O mesmo acontece com imagens adquiridas em um computador a partir de outras fontes físicas, tais como uma fotografia ou um documento digitalizado. Esse processo é chamado de "sampling".

Uma vez que uma imagem está em um meio digital, você não tem mais acesso a qualquer outra informação sobre o cenário do qual se originaram os pixels da imagem. Isso significa que ao redimensionar uma imagem, o Photoshop não pode preencher as lacunas de dados com informações da cena real; em vez disso, ele deve "redimensionar" a imagem para construir uma aproximação à cena original.

Aumento de resolução (upsampling)

O Aumento de resolução (upsampling) é o tipo de redimensionamento que o Photoshop faz quando você amplia uma imagem. Quando a imagem é ampliada, os pixels originais ficarão muito espaçados e a aplicação deve "compensar" os novos pixels entre eles, usando uma aproximação apropriada da cena original.

Redução da resolução

A Redução da resolução (downsampling) é o oposto de aumento de resolução (upsampling), utilizado quando uma imagem é feita em menor escala. Embora o processo de diminuição da imagem não necessite do preenchimento de pixeis como no caso do aumento de resolução, o Photoshop pode usar uma aproximação, a fim de preservar o máximo possível de informações sobre a imagem.

Por exemplo, considere uma imagem composta por pixels que alternam entre o preto e branco. Se reduzir a imagem para metade do seu tamanho, redimensionando diretamente os valores de todos os outros pixels, você iria acabar com uma imagem totalmente branca ou preta. É necessário um método de aproximação melhor para garantir que esses dados não sejam perdidos.

Interpolação

As aproximações da cena original usado por aumento da resolução e redução da resolução são geradas por um processo chamado "interpolação". Quando você amplia uma imagem, o Photoshop interpola novos pixels na imagem, calculando a média dos pixeis adjacentes que ele conhece na imagem original. Ele executa cálculos semelhantes quando uma imagem é reduzida para determinar a forma de misturar os pixels originais que gerará a nova imagem.

Métodos

O Photoshop suporta três principais métodos de interpolação. Interpolação de pixel vizinho, preenche cada novo pixel de uma imagem ampliada com a mesma cor do pixel original mais próximo a ele. Porém, isso faz com que as imagens fiquem com a aparência de "blocos" e com qualidade inferior.

Interpolação bilinear e bi-cúbica são métodos que resultam em imagens de qualidade superior. A interpolação bilinear calcula médias dos mais próximos quatro pixeis adjacentes; a bi-cúbica usa 16 pixeis adjacentes. Em muitos casos, as imagens geradas por esses dois métodos serão semelhantes, mas a informação extra utilizada pela interpolação bi-cúbica ajuda a preservar detalhes, tanto na ampliação quanto na redução de imagens.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível