Por que os ursos polares têm pelo branco?

Escrito por rena sherwood | Traduzido por aline fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que os ursos polares têm pelo branco?
Um urso polar se mistura ao seu meio ambiente (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os ursos polares (Ursus maritimus) desenvolveram uma pelagem transparente em vez de preta ou marrom para a camuflagem. Embora os pelos pareçam brancos, na verdade são incolores. No lar dos ursos polares no Círculo Polar Ártico, a maior parte da paisagem consiste em neve e gelo. Os animais brancos se misturam ao pano de fundo branco, escondendo o urso de suas presas e de outros ursos. Essa adaptação é semelhante a uma cobra verde que vive na grama ou uma corça marrom que vive na floresta.

Outras pessoas estão lendo

Anatomia dos pelos

A pelagem do urso polar consiste em duas camadas – a externa e a interna. Cada pelo na camada externa de um urso polar é oco. Nenhum dos pelos contém pigmento. Essa construção reflete a luz em vez de absorvê-la. Quando o olho humano olha para o pelo, ele parece branco. O pelo interno macio e denso não é oco, mas ainda é transparente o bastante para parecer ser branco como a neve. Acredita-se que os fios ocos de pelo prendam o calor dentro de sua pele, de acordo com a “Encyclopedia of Adaptation in the Natural World” (Enciclopédia de adaptação no mundo natural).

Evolução

Os ursos polares evoluíram a partir dos ursos-pardos, ou Ursus arctos, uma espécie que ainda sobrevive na América do Norte e na Eurásia. Uma das subespécies mais conhecidas do urso-pardo é o urso-cinzento, ou Ursus arctos horribilis. O DNA dos ursos-pardos nas Ilhas ABC do Alasca aproxima-se mais do DNA do urso polar que qualquer outra população de ursos-pardos do mundo. As duas espécies se separaram em algum momento de um período estimado de 1,5 milhão a 70.000 anos atrás, de acordo com a série "Nature" da emissora americana PBS. Os ursos-pardos gradualmente tornaram-se brancos e mais esguios quando alguns migraram para o Círculo Polar Ártico.

Especulação

Os ursos-cinzentos e os polares podem se entrecruzar, criando o que se chama de "pizzly" ou "grolar". Um desses ursos foi baleado na região selvagem canadense em 2006. Ele possuía a coloração de um urso polar. Ao contrário da maioria das outras espécies híbridas, como a mula, os ursos pizzly são férteis. O urso baleado em 2006 tinha uma mãe pizzly e um pai cinzento, de acordo com o Departamento do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais dos Territórios do Noroeste. Os ursos-cinzentos vão progressivamente se movendo para o norte e entrando no território dos ursos polares atrás de comida. Se o clima mudar e mais cinzentos entrarem no Círculo Polar Ártico, as futuras gerações de "pizzlies" ou de ursos polares podem mudar de cor.

Curiosidade

Durante a década de 70, alguns ursos polares mantidos em cativeiro ficaram verdes durante os meses de verão. Seu pelo torna-se hospedeiro de algas, que fixam residência dentro dos fios ocos individuais de pelo do urso. As algas vieram dos fossos ou das lagoas de nadar em seus recintos. Os ursos polares do Zoológico e Jardim Botânico de Higashiyama ficaram verdes devido às algas em 2008. Como os zoológicos são localizados bem mais ao sul do que o Círculo Polar Ártico, o crescimento de algas não perturba os ursos polares selvagens.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível