Uso de bicarbonato para função renal prejudicada

Escrito por m. gideon hoyle | Traduzido por luiz fernando ferreira da silveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Uso de bicarbonato para função renal prejudicada
A presença de bicarbonato no sangue é parcialmente controlada pelos rins (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

O bicarbonato é um eletrólito de ocorrência natural, ou sal de carga elétrica que ajuda a regular a acidez do sangue (nível de pH) no corpo. A presença de bicarbonato no sangue é parcialmente controlada pelos rins. Em indivíduos com função renal diminuída, os níveis de bicarbonato podem cair abaixo do normal, levando a uma condição perigosa conhecida como acidose renal. O bicarbonato de sódio, e uma substância sintética também chamada de bicarbonato de sódio, geralmente usado para tratar casos graves desta doença.

Outras pessoas estão lendo

Compreender a importância de bicarbonato

Um PH sanguíneo adequado é fundamental para as funções metabólicas dentro de seu corpo, e também promove os níveis de oxigênio adequados em seus tecidos. Em circunstâncias normais, o pH do sangue mede entre 7,35 e 7,45, numa escala de 0 a 14. Quando a presença de bicarbonato, uma substância alcalina, é menor do que o habitual em sua corrente sanguínea, você pode começar a sentir os efeitos do excesso de acidez ou acidose. De acordo com revista de serviços de testes de laboratório on-line, isso ocorre quando o pH cai abaixo de 7,35. Se tiver acidose aguda ou súbito-renal, pode desencadear sintomas como náuseas, vômitos, dores de cabeça, confusão mental e convulsões. Na pior das hipóteses, a condição também pode induzir ao coma e a morte. A acidose renal também pode desencadear outra doença com riscos a vida potencialmente chamada hipercalemia, que ocorre quando um outro eletrólito potássio se acumula na corrente sanguínea. Esta acumulação pode conduzir a irregularidades perigosas no batimento. É possível desenvolver acidose renal com ou sem hipercalemia.

Tratamento de bicarbonato de sódio

Se testes ou sintomas revelam a presença de acidose renal ou hipercalemia, seu médico vai trabalhar para restaurar seus níveis de equilíbrio e o eletrólito de pH tão rapidamente quanto possível. Se o nível de pH estiver acima de 7,2, inicialmente pode receber uma solução alcalina, que contém uma substância chamada citrato de potássio. No entanto, se seu pH for inferior a 7,2 ou seu nível natural de bicarbonato é significativamente diminuída, a solução de bicarbonato de sódio é o tratamento certo.

Quando seu nível de pH retorna ao normal, os sintomas de acidose normalmente vão diminuir. Normalmente, quando isso ocorre, o excesso de potássio em sua corrente sanguínea é absorvido em suas células, levando ao fim da hipercalemia. Esteja ciente de que, em alguns casos os efeitos da acidose ou hipercalemia podem ser permanentes.

Embora o bicarbonato de sódio, é um substituto eficaz para o bicarbonato natural, seus efeitos no controle da acidose são de curta duração, e se sua condição persiste e uma outra forma de tratamento pode ser necessária. O bicarbonato de sódio também contém quantidades significativas de sal e seu uso pode agravar os sintomas em indivíduos que também sofrem de insuficiência renal aguda.

A longo prazo, o melhor tratamento para acidose renal é uma correção dos problemas subjacentes no interior de seus rins. Causas comuns de deficiência relacionados à acidose renal incluem desordens hereditárias, doença autoimune e reação ao uso de medicações como lítio, anfotericina B e alguns analgésicos. Se seu comprometimento renal não for bem controlado, você pode enfrentar dificuldades futuras relacionadas ao desequilíbrio de bicarbonato.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível