Uso em combate da faca de dois gumes

Escrito por andrew pedry | Traduzido por erick vasconcelos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Uso em combate da faca de dois gumes
A faca de combate de dois gumes é uma arma efetiva e versátil (Dagger of the official image by vin5 from Fotolia.com)

A faca de combate de dois gumes, ou adaga, é usada em campos de batalha desde os tempos mais remotos. A versatilidade e a letalidade da adaga pode ser captada pelo entendimento de alguns conceitos e técnicas básicos.

Outras pessoas estão lendo

Usando os dois gumes

A vantagem do uso da adaga está na utilização dos dois gumes da arma. A partir de uma guarda baixa, com a lâmina para frente, um ataque à média altura pode ser contra-atacado pelo deslocamento diagonal do corpo e pelo corte direto para frente ou para trás, em um movimento de sacar a faca. Isso mantém a posição vulnerável do braço coberta enquanto ataca a vulnerabilidade do atacante.

Considerações sobre a pegada reversa

Segurar uma adaga de forma reversa requer cuidado redobrado, já que agora há uma lâmina próxima ao seu braço. Todas os golpes no braço e punho que podem ser feitos com uma faca se transformam em um golpe e um corte contra a própria articulação com uma adaga.

Cortes seguidos

Use o lado oposto de sua adaga para desferir cortes seguidos a um ataque falho. Ao reverter a posição do braço, pode-se desferir golpes seguidos sem ter que torcer o seu punho ou braço em posições potencialmente estranhas.

Penetrações

Com uma área de superfície afiada maior do que uma faca de tamanho comparável, uma adaga também tem maior poder de penetração. Tire proveito dessa vantagem com penetrações rápidas da faca a áreas vitais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível