Como utilizar a regra de Simpson no Excel

Escrito por peter flom | Traduzido por ricardo torres iupi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como utilizar a regra de Simpson no Excel
Aprenda como aplicar a regra de Simpson no Excel (Jupiterimages, Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

A regra de Simpson é um método para avaliar integrais definidas, sendo que utiliza polinômios quadráticos. Ela, muitas vezes, fornece estimativas mais precisas do que a regra trapezoidal. Se a função que você está integrando pode ser avaliada no Excel, então é possível aplicar a regra de Simpson nela.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Subtraia o limite inferior do superior e divida por 2. Por exemplo, se quiser encontrar a integral definida de cos(x) entre 0 e pi/2 radianos, subtraia 0 de pi/2 e divida por 2 para obter pi/4 (a unidade de medida radianos é comumente utilizada na medição de ângulos no cálculo; o Excel também assume que os ângulos são medidos em radianos).

  2. 2

    Digite os cabeçalhos das colunas no Excel. Digite o "valor" na célula A1 e a "função" na célula B1, onde "função" é a que está sendo avaliada. No exemplo, coloque cos(x) na célula B1.

  3. 3

    Introduza o limite inferior, o ponto médio e o limite superior da integral nas células A2, A3 e A4, respectivamente. No exemplo, coloque 0 na célula A2, =PI/4 na célula A3 e =PI()/2 na célula A4.

  4. 4

    Use o Excel para avaliar a função nesses três pontos. Na célula B2, digite =função(A2). No exemplo, coloque =COS(A2) na célula B2 e copie isso para células B3 e B4.

  5. 5

    Avalie a regra de Simpson. Na célula A5, digite =(A3-A2)(B2+4B3+B4)/3. O resultado é a aproximação da integral pela regra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível