Vantagens e Desvantagens do FileMaker e do Access

Escrito por ludmilla chen | Traduzido por milene hermenegildo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Vantagens e Desvantagens do FileMaker e do Access
Software de bancos de dados são utilizados para organizar grandes quantidades de dados (deep in database image by .shock from Fotolia.com)

O FileMaker e o Microsoft Access são escolhas comuns de software de bancos de dados quando um usuário está considerando criar um banco de dados sem saber fazê-lo ou quando quer aprender SQL. Também são úteis na criação de um banco de dados de relativamente baixo tráfego para uso na Internet. Embora aparentemente tenham o mesmo fim, ambas as aplicações têm diferentes formas de atingir seu objetivo, e algumas funções são mais fáceis de executar em um programa do que no outro. Ao mesmo tempo, o público alvo varia um pouco para ambas as aplicações, o que significa que suas interfaces de usuário são muito diferentes.

Outras pessoas estão lendo

Suporte e Treinamento

O Microsoft (MS) Access é uma escolha popular para ambientes de negócios, em parte porque há uma quantidade significativa de treinamentos voltados para empresas especificamente destinados a ensinar aos funcionários os conceitos básicos de criação de bancos de dados. Há também um extenso sistema de tutorial integrado no site de suporte Microsoft Access Online. O FileMaker tem um site de apoio com base principalmente em um acervo de perguntas e respostas do fórum da comunidade.

Se um usuário está trabalhando em um ambiente baseado em Macintosh, onde a integração entre os produtos da Apple é a norma, então o FileMaker é a única opção possível, já que o Access não tem uma versão para Mac.

Interface de Usuário

Dependendo de sua postura no que diz respeito a estética, você pode achar que o MS Access é muito monótono e tedioso para se trabalhar. Embora existam algumas alterações de cor ou estilos que podem ser alterados, o Access é bastante limitado quando se trata de aparência. O FileMaker, por outro lado, faz da estética uma prioridade, e há muitas cores, formas, estilos, fontes e outros ajustes disponíveis. Um novo usuário pode achar o FileMaker um pouco mais difícil de navegar, já que a seus botões foram mantidos em um número mínimo na barra de navegações. O Access, no entanto, espreme quase todas as funções possíveis em sua interface.

Relatórios e Consultas

O MS Access tende a concentrar a maior parte do seu poder na versatilidade dos relatórios que ele pode criar, o que inclui comparações de tabelas simples e complexas, um assistente de consultas que ajuda o usuário durante todo o processo, e a habilidade de ajustar o relatório de forma apropriada para ser visualizado por qualquer tipo de público. No entanto, em versões anteriores ao Access 2007, era um pouco difícil para um usuário executar um relatório sem uma quantidade significativa de conhecimento ou referências, já que o relatório e o assistente de consultas não eram muito evoluídos.

O FileMaker pode, na maioria das vezes, produzir os mesmos relatórios e consultas básicos que o MS Access, mas os modelos e assistentes para este fim são relativamente rígidos e escassos, em comparação. Com algum conhecimento de SQL, um usuário pode substituir as opções básicas no FileMaker e produzir consultas manuais, mas isto requer mais experiência do que um usuário médio possui.

Portabilidade e Compartilhamento

Tanto o FileMaker quanto o Access anunciam suas capacidades para publicar seu banco de dados online através de alguma forma de publicação na web. O FileMaker não é destinado a usuários experientes em sua versão mais básica (estes usuários podem atualizar para o FileMaker Pro), e suporta um máximo de cinco usuários simultâneos. O serviço Microsoft Sharepoint é um pouco mais flexível, e permite não só a carga do banco de dados para a internet, como também o envia pela rede ou por e-mail para outros membros da equipe, que em resposta pode popular diretamente sua rede sem a necessidade de estar online. No entanto, isto depende de um ambiente com rede Ethernet o outra rede estável que permita tal compartilhamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível