Conhecimento

Vantagens da liderança situacional

Escrito por katherine tomasco | Traduzido por fabiana silva
Vantagens da liderança situacional

A liderança situacional foca a necessidade de desenvolvimento de cada funcionário

Leadership image by Bibanesi from Fotolia.com

Atualmente, no mundo todo, o treinamento de liderança em nível de supervisão é baseado na teoria da liderança situacional. Inovadora, já que sugere que os gerentes devem adaptar seu estilo para se adequarem às exigências do ambiente, a liderança situacional continua sendo um modelo inquestionável de formação, embora as pesquisas não tenham comprovado a sua eficácia.

Outras pessoas estão lendo

História

O guru da administração Kenneth Blanchard, autor do conhecido livro sobre negócios "O Gerente Minuto", e seu então colega Paul Hersey, introduziram a teoria da liderança situacional no "Training and Development Journal" em 1969. Este conceito representou uma mudança drástica em relação às teorias de liderança precedentes. Ao contrário das anteriores, que se concentravam em uma abordagem uniformizada, a liderança situacional afirma que os líderes mais bem-sucedidos adaptam o seu estilo para se adequar às necessidades de cada pessoa gerenciada. (Veja Referência 1).

Importância

A teoria de Blanchard e Hersey introduziu a então recente ideia de que a liderança eficaz é um fator de estilo, que não é inerente à personalidade e, por essa razão, pode ser aprendida (veja Referência 1). Durante os últimos 25 anos, uma ampla gama de grupos e organizações, incluindo vários ramos das forças armadas norte-americana, têm implementado o treinamento de liderança situacional. Mais de um milhão de pessoas concluem este treinamento a cada ano. (Veja Referência 3).

Características

A liderança situacional oferece um modelo para analisar a situação e adotar o estilo de liderança apropriado. A teoria afirma que o nível de orientação e o suporte que os gerentes fornecem a cada funcionário devem variar dependendo do nível de desenvolvimento do funcionário, como a habilidade e o comprometimento com uma determinada tarefa. A matriz de liderança situacional de Blanchard e Hersey possui quatro estilos para o gerente, que correspondem a quatro níveis de desenvolvimento do funcionário. O gerente fornece mais suporte e orientação para aqueles que se encontram em um nível inferior de desenvolvimento, e menos para aqueles em níveis superiores. (Veja Referência 2).

Vantagens

A principal vantagem da liderança situacional é que o modelo é fácil de entender e de usar. De acordo com o Situational Leadership Special Interest Group, quando os líderes efetivamente adaptam seu estilo de liderança às necessidades de seus subordinados, "o trabalho é executado, as relações são construídas e, mais importante ainda, o nível de desenvolvimento do subordinado alcançará o D4 (o nível mais alto de competência e comprometimento), para benefício de todos". (Veja Referência 2).

Considerações

Mais de 40 anos após sua introdução, a eficácia da liderança situacional não está clara. Em seu livro, "Management Powertools", Harry Onsman argumenta que, realmente, há mais pesquisas sugerindo sua falta de eficácia do que o contrário (veja Referência 1). O modelo também tem suas limitações. Ele não distingue entre liderança e estilo de gerenciamento, por exemplo (veja Referência 2). Apesar de tudo, a liderança situacional continua sendo a teoria dominante que atualmente todos os líderes devem entender e aplicar como acharem apropriado.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media