Vermes parasitas em peixes de água doce

Escrito por kimberly sharpe | Traduzido por paula soares
Vermes parasitas em peixes de água doce
Defumar o peixe antes de consumi-lo também pode eliminar todos os parasitas (trout image by michael langley from Fotolia.com)

Praticamente todos os peixes de água doce sofrem de parasitas em algum momento de suas vidas, de acordo com o Wisconsin Department of Natural Resources dos EUA (Departamento de Recursos Naturais de Wisconsin). A maior parte dos parasitas precisam de apenas um hospedeiro. Isso significa que eles não oferecem nenhum risco aos seres humanos, mas tênias, lombrigas e vermes podem infectar uma pessoa. Cozinhar o peixe completamente antes de consumi-lo irá matar os parasitas e seus ovos.

Perigos dos parasitas

Os parasitas não matam os peixes de água doce, a menos que esses animais sofram de algum problema de saúde subjacente. Eles podem enfraquecer os peixes e predispô-los a outras infecções e doenças. Também podem destruir alguns dos tecidos dos peixes e absorver um pouco de seus nutrientes, mas geralmente o parasita não mata seu hospedeiro. Eles passam apenas uma parte da vida dentro ou no peixe.

Vermes parasitas internos

Pescadores podem observar vermes presos no interior da boca ou dentro do ventrículo do peixe. Esses parasitas em forma de vermes têm uma coloração branca e corpo achatado. As larvas formam um inchaço na pele do peixe e muitas vezes são encontradas ao redor ou dentro dos olhos ou mesmo no fígado dos animais. Os vermes residem dentro de um cisto e quando este é dissecado, um verme de aproximadamente 1,25 centímetro de comprimento e de coloração branca ou amarela é encontrado. Dentro dos intestinos ou dos órgãos internos do peixe; tênias e lombrigas são muitas vezes perceptíveis como vermes brancos e longos, cujas bocas sugam as partes internas do peixe.

Vermes parasitas externos

Os vermes parasitas externos podem aparecer nas guelras e nadadeiras dos peixes de água doce. Os tipos mais incluem o verme âncora e sanguessugas. O grande número de vermes âncoras em um peixe é uma ameaça às escamas do animal, o que permite o surgimento de infecções secundárias. As sanguessugas não representam qualquer perigo para os peixes e passam apenas pouco tempo alimentando-se de seu sangue.

Proteção para peixes e humanos

Muitos pescadores gostam de capturar e soltar os peixes em seguida. Infelizmente, o manuseio do animal pode danificar o revestimento do muco do peixe que cobre suas escamas e a pele. As áreas afetadas podem tornar-se mais suscetíveis à infestação parasitárias. Evite retirar o peixe da água para remover o anzol. Deixe-o na água para minimizar os estragos causados à camada epidérmica. Ao guardá-lo para ser consumido por seres humanos, congele-o a cerca de - 17 graus (negativos) por pelo menos 48 horas para matar quaisquer parasitas. Segundo a University of Minnesota Extension, o correto é cozinhar o peixe por pelo menos cinco minutos a 140 graus Celsius.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível