Como viajar com insulina

Escrito por ehow contributor | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como viajar com insulina
A insulina é facilmente incluída em seus planos de viagem (special syringe for insuline injections image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

Para pessoas com diabetes, viajar apresenta o desafio adicional de carregar as doses exigidas de insulina. Você pode estar indo para a França de avião, para o Caribe em um cruzeiro ou para as montanhas rochosas de carro, mas a insulina é fácil de incluir em seus planos de viagem.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Leve muita insulina. O melhor conselho para diabéticos que estão viajando é levar insulina suficiente para durar a viagem inteira e mais um pouco. Outros estados e países podem não ter o tipo e concentração exato da insulina que você precisa. Seu médico ou farmacêutico pode ajudá-lo a determinar a quantidade de insulina que vai precisar durante a viagem.

  2. 2

    Leve a insulina de maneira adequada. Um atestado médico é ideal para a segurança do aeroporto e para situações de emergência, mas a melhor coisa é ter o rótulo original da farmácia na insulina e os rótulos de fábrica em seus equipamentos (seringas, lancetas, medidor de glicose no sangue etc). Se for viajar de avião, a segurança sempre aceitará receitas médicas e equipamentos devidamente identificados.

  3. 3

    Carregue a insulina e o equipamento em uma mala firme. Muitas malas de viagem disponíveis irão armazenar a insulina e as ferramentas de forma correta. Melhor ainda, existem versões um pouco mais caras que são feitas para que você possa controlar a temperatura. Pode-se encontrar centenas de malas disponíveis online ou parar em sua farmácia local. Coloque a insulina em algum lugar da sua bolsa onde não será vulnerável a bater, ser esmagada ou aberta.

  4. 4

    Separe os suprimentos em duas bolsas e sempre as mantenha por perto. Se uma delas for perdida, vai ter pelo menos um pouco da sua insulina na outra. Em viagens de avião, sempre leve a insulina na bagagem de mão, ao invés de na mala despachada. A variação de temperatura pode danificar seriamente o suprimento. Para outras viagens, como acampamentos, cruzeiros ou viagens de carro, seja cuidadoso e coloque a insulina em um ambiente frio e acessível.

  5. 5

    Isole a insulina para evitar que seja superaquecida ou fique muito fria. Bolsas com isolamento especial são feitas para pessoas com diabetes e podem ser compradas online, em uma loja de suprimentos médicos, em uma farmácia pública ou na farmácia do hospital/clínica.

  6. 6

    Leve alguns lanches na sua bagagem. Se estiver em uma situação onde a insulina não esteja disponível ou não esteja fazendo efeito, um lanche pode salvar sua vida e ajudar os outros que estiverem tentando ajudá-lo.

Dicas & Advertências

  • Se estiver preocupado com a falta de insulina, peça a seu médico uma receita extra antes de sair da cidade. Assim, está duplamente preparado se alguma coisa acontecer.
  • Preste atenção aos fusos horários pelos quais irá viajar. Monitore cuidadosamente a quantidade de insulina que está tomando quando estiver longe de casa. Dias mais ou menos longos ou uma mudança no fuso horário pode levar a uma overdose ou a uma dosagem insuficiente.
  • Se estiver viajando para um país em que não conhece o idioma, aprenda algumas frases importantes sobre diabetes. Palavras como "insulina" e "seringa" não são realmente fáceis de traduzir. Você pode ajudar a si mesmo e aos outros aprendendo a comunicar suas necessidades em um idioma estrangeiro.
  • Em uma viagem de carro, não aceite a responsabilidade cansativa de ser o motorista, a menos que esteja confiante com o nível de açúcar no sangue e a quantidade de insulina que tenha disponível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível