As virtudes mais importantes na Grécia Antiga

Escrito por misty barton | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O conceito ocidental de virtude, considerada traços de caráter que determinam qual tipo de comportamento é ou não ético, origina-se da filosofia grega antiga. O livro "A República", de Platão, e muito da obra filosófica de Aristóteles, determinou o que era chamado de Quatro Virtudes Cardeais (ou cardinais), que eram centrais para a teoria moral grega. As quatro virtudes eram sabedoria (ou prudência), justiça, fortaleza (ou força de caráter) e a temperança. Essas eram as mais valorizadas porque os filósofos argumentavam que todas as outras virtudes e traços de caráter dependiam do desenvolvimento dessas quatro virtudes essenciais.

Outras pessoas estão lendo

Sabedoria

Em obras de arte, a sabedoria é representada por um livro ou pergaminho e em alguns casos como um espelho sendo atacado por uma serpente. A sabedoria é o desenvolvimento da compreensão e é considerada a mais importante das quatro virtudes cardeais. Trata-se da habilidade de saber e discernir entre o que é certo e o que é errado. Em alguns escritos gregos antigos, é citada como a virtude dos governantes, porque aqueles que são sábios têm a habilidade de, baseados em conselhos e provas, avaliar o que é melhor para todos, baseando-se em evidências.

Justiça

A justiça é representada na arte como escalas e balanças, uma espada e, em alguns casos, uma coroa. Ela é a habilidade de sempre tratar as pessoas de maneira justa. Quem é justo concede prontamente às pessoas o que lhes é de direito, e com boa vontade. Justiça também significa defender aqueles que não são capazes de se defender sozinhos, combatendo os injustos. Na antiga cultura grega, a justiça era a virtude da nação porque representa a harmonia do todo. Também é chamada a virtude social porque sem justiça uma nação civilizada fracassaria.

Fortaleza

Em alguns livros, a fortaleza é chamada de coragem ou bravura. Em obras de arte, é retratada como uma armadura, uma torre, um leão ou uma coluna quebrada. O objetivo da fortaleza é remover o que estaria no caminho da justiça. Era considerada uma virtude militar, a virtude do sólido exército, na Grécia Antiga. Um homem que demonstrava fortaleza era estoico, usando toda a sua energia e emoção para permanecer firme em suas convicções. Desenvolver fortaleza demanda o fortalecimento e treinamento da vontade, sempre sujeita à justiça.

Temperança

A temperança é retratada como uma roda, como um freio com rédeas ou uma mistura de comida e bebida em obras de arte. A temperança é a habilidade de exercer o controle e limitar a indulgência em todos os prazeres. Na Grécia, era a virtude da sociedade educada ou das classes alta e média. Membros dessas classes podiam desfrutar de prazeres mundanos e comer ou beber demais, além de se entregar ao prazer carnal. A habilidade de controlar o próprio apetite por essas coisas era considerada um sinal de virtude.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível