Vitaminas para a espondilite anquilosante

Escrito por susan defeo Google | Traduzido por samuel silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A espondilite anquilosante (EA) é uma doença inflamatória crônica, dolorosa e potencialmente incapacitante, que começa nas articulações sacroilíacas e progride gradualmente para a coluna vertebral.

Outras pessoas estão lendo

Os fatos

A doença é mais frequentemente diagnosticada em homens, mas pode ser diagnosticada em mulheres, o que a faz igualmente prevalente em ambos os sexos. As causas incluem o histórico familiar, a atividade imunológica e a presença do antígeno de histocompatibilidade HLA-B27.

Sinais e sintomas

O primeiro sinal é a dor lombar intermitente. Outros sintomas incluem rigidez, dor no peito, deformidade do quadril, postura curvada, limitação dos movimentos, fadiga, anorexia, febre e regurgitação aórtica.

Terapia vitamínica

De acordo com a Alemanha Kerckhoff Clinic and Foundation, a alta atividade da doença em pacientes com EA está associada aos baixos níveis de vitamina D, o que leva a um balanço negativo de cálcio e inibe a formação óssea. As vitaminas C e E são antioxidantes que podem impedir a inflamação das articulações e, embora ainda não comprovado, o beta-caroteno pode agir de forma semelhante às vitaminas C e E.

Dosagem das vitaminas

Dr. Kenneth G. Saag recomenda 200 unidades internacionais (UI) de vitamina D por dia. Dra. Pamela Wartian Smith sugere 600 mg de vitamina C por meio da alimentação, em vez de suplementos; 400 UI de vitamina E, e 25.000 UI por dia de beta-caroteno.

Precauções

A deterioração do osso e da cartilagem pode conduzir a fusão da coluna vertebral; a cirurgia de substituição da anca ou da coluna vertebral pode ser indicada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível